CUIABÁ

AGRO

Alunos de Agropecuária visitam 5º Torneio Leiteiro de Exposição em Itiquira

Publicados

AGRO

Os alunos do curso Técnico em Agropecuária, da Unidade Remota de Itiquira da Escola Técnica de Rondonópolis, realizaram, em maio, uma visita técnica ao 5º Torneio Leiteiro do Parque de Exposições de Itiquira.

A visita foi coordenada pelo professor Héber Luiz Marques e os alunos tiveram a oportunidade de participar de uma palestra sobre Associativismo e Cooperativismo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), em que foram abordados conceitos e normas a respeito da legislação, constituição, entre outros.

O professor Héber Marques, disse que os alunos tiveram a oportunidade de presenciar ‘in loco’ muitas das teorias aplicadas em sala de aula, além de conhecer novas tecnologias aplicadas à produção agropecuária.

Essas exposições agropecuárias são de fundamental importância para a aprendizagem e amadurecimento dos alunos. “Esta experiência será de grande valia para a integração no mercado de trabalho dos futuros profissionais”, afirmou.

Segundo os estudantes, essas atividades são uma oportunidade para eles colocarem em prática tudo que aprenderam ao longo do curso. Além disso, os produtores rurais da região demonstram o potencial e a qualidade de produção leiteira de seus rebanhos.

“As aulas práticas deveriam ser realizadas com mais frequência dentro de cada disciplina, para podermos vivenciar essa realidade que ainda não conhecemos na prática”.

 

Fonte: MinutoMT com Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

AGRO

MT aumenta área plantada de soja, mas deve produzir menos

Por fim, a produção total para a próxima colheita ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

Publicados

em

Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, menos que 2021. FOTO - Exame/Alexis Prappas

A área aguardada de soja para a próxima temporada no estado de Mato Grosso (safra 2022/23) ficou projetada em 11,13 milhões de hectares, incremento de 2,55% em relação à safra 2021/22.

A ampliação inicial está pautada pela valorização do preço da oleaginosa, demanda aquecida e o momento de preços favoráveis dos subprodutos da soja, o que motivou alguns produtores a fazerem a conversão de áreas de pastagens para agricultura, principalmente em regiões onde a pecuária predomina — Nordeste, Noroeste e Norte.

A informação foi divulgada, nos últimos dias, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), no boletim semanal da soja. Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, o que representa 1,26% abaixo em relação ao rendimento da safra 2021/22.

Apesar do recuo na estimativa, neste primeiro momento as projeções ficam limitadas,
devido a alguns pontos que podem impactar no decorrer da safra, como: condições climáticas e incertezas de investimento devido ao alto custo de produção.

Por fim, a produção total ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA