CUIABÁ

AGRO

Anomalias em lavouras de MT serão debatidas em Open Sky Soja 2022

Publicados

AGRO

O ano começa com boas oportunidades para as inovações tecnológicas no campo. Nessa perspectiva, a Proteplan, empresa mato-grossense consolidada no ramo da pesquisa agro, realiza nos meses de janeiro e fevereiro o Open SKY Soja 2022 nas cidades de Campo Novo do Parecis, Sorriso e Campo Verde, no interior de Mato Grosso.

O evento vai reunir produtores, pesquisadores e profissionais do agronegócio para visualizarem, a campo, experimentos de controle de pragas, doenças e ervas daninhas, além de debaterem temas sobre a cultura da soja.

O pesquisador da Proteplan, Fabiano Siqueri, explica que durante os eventos os participantes terão contato com informações sobre a safra 21/22, com destaque para o surgimento de anomalias que ameaçam a cultura.  “Nós tivemos até o momento uma safra com diferentes comportamentos nas regiões produtoras de Mato Grosso. E merece destaque o aparecimento de dois problemas anomalias que estão preocupando muito os produtores da região do Médio Norte, que são a quebra da haste e podridão de vagens.

São problemas complexos, de frequência e intensidades variadas, cujas causas, ainda não totalmente esclarecidas, podem envolver época de plantio, cultivares, fisiologia da planta e fatores climáticos”, esclarece.

Para o pesquisador, o momento ainda é de análise. A recomendação é que os produtores continuem fazendo uso dos fungicidas que estavam programados para o controle das doenças. “Com relação às anomalias, novas recomendações serão apresentadas ao final da safra, pois ainda dependemos de observações e avaliações que estão sendo realizadas a campo e em laboratório”, comenta Siqueri.

Outros problemas que acarretaram o surgimento dessas anomalias serão debatidos durante o Open Sky Soja 2022. O primeiro evento acontece na próxima terça-feira, dia 25, em Campo Novo do Parecis, a partir das 7h. As inscrições são gratuitas e os interessados em participar do Open SKY Soja 2022 devem acessar a página do evento através do link: https://www.proteplan.com.br/

Durante o Open SKY Soja 2022 em Campo Novo do Parecis

Além de uma palestra sobre as “Perspectivas climáticas da safra atual e futura – Rural Clima”, os produtores terão a oportunidade de conhecer, através da visita guiada no campo, 75 cultivares de soja. Também poderão fazer um tour aos ensaios de fitopatologia, e entomologia, de herbologia, de fisiologia, além da Estação de Tecnologia de Aplicação. “São temas muito importantes para toda a classe produtora que poderão ver in loco como reduzir custos de produção, aumentar a rentabilidade e garantir a sustentabilidade da sua lavoura com uso eficiente das estratégias de manejo”, destaca Ivan Pedro, pesquisador da Proteplan.

O segundo evento será no dia 29 de janeiro, em Sorriso. E no dia 02 de fevereiro será a vez de Campo Verde receber o evento. Mesmo com o avanço da vacinação, mas em cautela com a nova onda de contaminação pelo coronavírus, a comissão organizadora ressalta que todas as etapas do evento foram planejadas de acordo com as normas exigidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Sobre a Proteplan

A Proteplan tem como missão desenvolver soluções integradas na agricultura e difundir conhecimento técnico e experiência para a cadeia produtiva. No processo de difusão estão os eventos de campo, “indoor” e digitais, além de interações realizadas junto a clientes e empresas parceiras (assessoria e capacitação).

É uma empresa de pesquisa que realiza avaliações e posicionamentos de produtos a campo, com sede em Cuiabá e Estações experimentais em Sorriso, Campo Verde e Campo Novo do Parecis.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

AGRO

MT aumenta área plantada de soja, mas deve produzir menos

Por fim, a produção total para a próxima colheita ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

Publicados

em

Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, menos que 2021. FOTO - Exame/Alexis Prappas

A área aguardada de soja para a próxima temporada no estado de Mato Grosso (safra 2022/23) ficou projetada em 11,13 milhões de hectares, incremento de 2,55% em relação à safra 2021/22.

A ampliação inicial está pautada pela valorização do preço da oleaginosa, demanda aquecida e o momento de preços favoráveis dos subprodutos da soja, o que motivou alguns produtores a fazerem a conversão de áreas de pastagens para agricultura, principalmente em regiões onde a pecuária predomina — Nordeste, Noroeste e Norte.

A informação foi divulgada, nos últimos dias, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), no boletim semanal da soja. Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, o que representa 1,26% abaixo em relação ao rendimento da safra 2021/22.

Apesar do recuo na estimativa, neste primeiro momento as projeções ficam limitadas,
devido a alguns pontos que podem impactar no decorrer da safra, como: condições climáticas e incertezas de investimento devido ao alto custo de produção.

Por fim, a produção total ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA