CUIABÁ

AGRO

Fundação Cargill lança concurso para projetos sobre alimentação

Publicados

AGRO

Organizações, fundações, associações ou sociedades não governamentais e sem fins lucrativos que tenham projetos na área da alimentação já podem se inscrever no Edital 2019 da Fundação Cargill. A instituição, que tem como foco a promoção da alimentação saudável, segura, sustentável e acessível do campo ao consumidor, recebe a partir de hoje, dia 16 de abril, iniciativas que serão executadas no próximo ano. As inscrições para o edital Fundação Cargill 2019 são gratuitas e acontecem até às 18h de 28 de maio 2018 (horário de Brasília), exclusivamente por meio do preenchimento integral do formulário online e do regulamento podem ser acessado neste LINK.
Segundo Yuri Feres, presidente da Fundação Cargill, o Edital 2019 visa identificar, estimular o desenvolvimento e apoiar a gestão de projetos realizados por organizações da sociedade civil e ou pessoas jurídicas com negócios de impacto social que estejam num raio de até 150 quilômetros do entorno das unidades e escritórios da Cargill. “Buscamos iniciativas inovadoras no combate ao desperdício de alimentos, que estejam ligadas à inovação tecnológica e que fortaleçam o empreendedorismo na cadeia da alimentação”, explica.
Neste edital, serão aceitos projetos que atuem na região de Barreiras (BA), Ilhéus (BA), Itumbiara (GO), Rio Verde (GO), Goiânia (GO), Balsas (MA), Uberlândia (MG), Três Lagoas (MS), Primavera do Leste (MT), Sinop (MT), Santarém (PA), Maringá (PR), Castro (PR), Ponta Grossa (PR), Toledo (PR), Paranaguá (PR), Porto Velho (RO), Chapecó (SC), Porto Ferreira (SP), Itapira (SP), Campinas (SP), Mairinque (SP) e São Paulo (SP).
Até dezembro de 2018, serão selecionados os projetos que receberão de R$ 50 mil à R$ 200 mil. As propostas serão avaliadas quanto ao alinhamento e coerência com a própria organização e a missão da Fundação Cargill; à consistência do planejamento e gestão; ao impacto e à relevância frente ao contexto local em que se pretende atuar; ao potencial de escala e a consequente transformação social; e aos fatores que assegurem a continuidade da iniciativa.
#MinutoMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

AGRO

MT aumenta área plantada de soja, mas deve produzir menos

Por fim, a produção total para a próxima colheita ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

Publicados

em

Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, menos que 2021. FOTO - Exame/Alexis Prappas

A área aguardada de soja para a próxima temporada no estado de Mato Grosso (safra 2022/23) ficou projetada em 11,13 milhões de hectares, incremento de 2,55% em relação à safra 2021/22.

A ampliação inicial está pautada pela valorização do preço da oleaginosa, demanda aquecida e o momento de preços favoráveis dos subprodutos da soja, o que motivou alguns produtores a fazerem a conversão de áreas de pastagens para agricultura, principalmente em regiões onde a pecuária predomina — Nordeste, Noroeste e Norte.

A informação foi divulgada, nos últimos dias, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), no boletim semanal da soja. Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, o que representa 1,26% abaixo em relação ao rendimento da safra 2021/22.

Apesar do recuo na estimativa, neste primeiro momento as projeções ficam limitadas,
devido a alguns pontos que podem impactar no decorrer da safra, como: condições climáticas e incertezas de investimento devido ao alto custo de produção.

Por fim, a produção total ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA