CUIABÁ

AGRO

Deputado Thiago Silva defende criação do banco de apoio aos pequenos produtores

Publicados

AGRO

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) apresentou a indicação 947/2020 na tribuna da Assembleia Legislativa com o propósito de criar o banco da agricultura familiar, com objetivo de atender os mais de 100 mil pequenos produtores do estado.

De acordo com levantamento realizado, são mais de 740 assentamentos em Mato Grosso. Em síntese, o parlamentar alega ter a necessidade de criação do banco de fomento com mais linhas de acesso a crédito e financiamento para potencializar as pequenas propriedades rurais.

Acreditar no pequeno produtor

“Acredito na força da agricultura familiar mato-grossense que é forte na pecuária, café no noroeste, folhagens na baixada cuiabana, temos a piscicultura na região sudeste com destaque e acredito ser essencial o apoio do Estado com a criação de um banco específico para o pequeno produtor”, disse Silva.

Trabalhando em prol do povo

O deputado, que está no 1º mandato, defende os interesses dos assentados e moradores da zona rural e quer implantar na Assembleia a Câmara Setorial para debater as demandas da agricultura familiar de Mato Grosso.

Leia Também:  Fábio Garcia leva invertida de Emanuelzinho, que aprova visita ao VLT

Fonte: MinutoMT com Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

AGRO

MT aumenta área plantada de soja, mas deve produzir menos

Por fim, a produção total para a próxima colheita ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

Publicados

em

Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, menos que 2021. FOTO - Exame/Alexis Prappas

A área aguardada de soja para a próxima temporada no estado de Mato Grosso (safra 2022/23) ficou projetada em 11,13 milhões de hectares, incremento de 2,55% em relação à safra 2021/22.

A ampliação inicial está pautada pela valorização do preço da oleaginosa, demanda aquecida e o momento de preços favoráveis dos subprodutos da soja, o que motivou alguns produtores a fazerem a conversão de áreas de pastagens para agricultura, principalmente em regiões onde a pecuária predomina — Nordeste, Noroeste e Norte.

A informação foi divulgada, nos últimos dias, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), no boletim semanal da soja. Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, o que representa 1,26% abaixo em relação ao rendimento da safra 2021/22.

Apesar do recuo na estimativa, neste primeiro momento as projeções ficam limitadas,
devido a alguns pontos que podem impactar no decorrer da safra, como: condições climáticas e incertezas de investimento devido ao alto custo de produção.

Por fim, a produção total ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mesmo com apelo a Lula, Tigresa é vetada também pelo PT nacional
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA