CUIABÁ

PLEITO 2022

Justiça Eleitoral aponta quase 2,4 milhões eleitores aptos a votar em MT

O número de títulos cancelados chegou a 263.225 – 28% menos do que em março deste ano. Todavia, o TRE prepara liberação por falta de biometria

Publicados

COTIDIANO

Campanhas de regularização acabaram por surtir resultado

Dados divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) mostram que, após a campanha de regularização da situação eleitoral, o estado passou a contar com o número recorde 2.389.362 eleitores aptos a participar das eleições de 2022.

O número de títulos cancelados chegou a 263.225 – 28% menos do que em março deste ano. Os motivos para cancelamento são o não comparecimento a três pleitos consecutivos e ausência de revisão biométrica.

Apesar disso, os títulos eleitorais dos cidadãos que não compareceram ao recadastramento biométrico serão temporariamente regularizados para garantir que eles possam participar da eleição deste ano.

O número total de eleitores beneficiados com a medida ainda depende de contabilização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Após a eleição esses títulos voltarão a constar como cancelados.

“A Justiça Eleitoral realizou um trabalho eficaz, por meio de seus magistrados, servidores, colaboradores e parceiros, aos quais registro meu agradecimento. Levamos o atendimento até comunidades mais afastadas da Baixada Cuiabana com a Justiça Eleitoral Móvel e intensificamos os atendimentos realizados nos postos fixos. Contamos, acima de tudo, com a participação dos cidadãos, infelizmente não foram todos a despertarem essa consciência, mas tivemos um bom resultado”, disse o presidente do TRE-MT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Defensoria Pública de MT abre 20 vagas de quase R$ 25 mil
Propaganda

COTIDIANO

Lotofácil faz mais um milionário em Mato Grosso

O morador de Barra do Garças acertou sozinho os 15 números do concurso 2.564 da Lotofácil, realizada na noite de ontem (5), em São Paulo.

Publicados

em

As dezenas premiadas foram: 02 - 04 - 06 - 07 - 08 - 11 - 15 - 16 - 17 - 18 - 21 - 22 - 23 - 24 - 25.  FOTO - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Uma aposta de Barra do Garças, em Mato Grosso, acertou os 15 números do concurso 2.564 da Lotofácil, realizada na noite de ontem (5) em São Paulo. O vencedor vai garantir a bolada de R$ 1.556.317,42.

As dezenas premiadas foram: 02 – 04 – 06 – 07 – 08 – 11 – 15 – 16 – 17 – 18 – 21 – 22 – 23 – 24 – 25.

Demais faixas premiadas

  • 14 acertos: 201 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 1.623,51;
  • 13 acertos: 9.755 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 25
  • 12 acertos: 102.792 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 10
  • 11 acertos: 570.055 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 5.

O próximo concurso será nesta quarta (6). O prêmio é estimado em R$ 1,5 milhão. Nas últimas semanas, um outro apostador do interior de Mato Grosso já tinha, igualmente, ganhado sozinho na mesma loteria, que já se tornou a mais popular da Caixa Econômica Federal – CEF.

Leia Também:  Lotofácil faz mais um milionário em Mato Grosso

Para apostar na Lotofácil

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos.

Para jogar online, é necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito. A condicionante da aposta registrada virtualmente é que o valor mínimo de aposta é R$ 30,00.

Como jogar?

Na Lotofácil, o apostador marca entre 15 e 20 números, dentre os 25 disponíveis no volante, e fatura prêmio se acertar 11, 12, 13, 14 ou 15 números.

O apostador pode ainda deixar que o sistema escolha os números por meio da ‘surpresinha’, ou concorrer com a mesma aposta por 3, 6, 12, 18 ou 24 concursos consecutivos por meio da ‘teimosinha’.

A aposta mínima, de 15 números, custa R$ 2,50 e os sorteios são realizados de segunda-feira a sábado, às 20h.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA