CUIABÁ

Educação

VAGAS  |   Matrículas na rede estadual de ensino começam nesta terça-feira (07)

Publicados

Educação

O período de matrículas web nas unidades educacionais da rede estadual de Mato Grosso para alunos novos começa na próxima terça-feira (07.01). As matrículas web, bem como o cadastro de usuário, devem ser feitas no site da Seduc.

Conforme a Portaria N° 794/2019, publicada no Diário Oficial do Estado, as matrículas para as duas creches estaduais serão no dia 07 de janeiro. De 09 a 13 de janeiro serão as matrículas para as unidades escolares que iniciarão o ano letivo em 10 de fevereiro de 2020; e de 03 a 09 de março, para as escolas que iniciarão o ano letivo em 23 de março de 2020.

Como será a matrícula

O processo de matrícula web ocorrerá, exclusivamente, nas unidades escolares que terão as matrículas solicitadas pela internet. Confira aqui a relação das escolas que terão matrículas web.

Entende-se por alunos novos, aqueles que não constam na unidade escolar no término do ano letivo de 2019, como os que ingressarão na educação infantil, ensino fundamental e médio, os transferidos de qualquer rede de ensino, bem como os alunos que apresentam situação de desistente e abandono no sistema SigEduca, módulo Gestão Educacional (GED).

Leia Também:  Fábio Garcia leva invertida de Emanuelzinho, que aprova visita ao VLT

Cadastro do Usuário

Antes de solicitar a matrícula web é preciso fazer o cadastro do usuário no site da SEDUC-MT . O cadastro é a primeira fase do processo para as matrículas web de alunos novos nas escolas estaduais. Ao fazer o cadastro, o sistema gerará o login e a senha de acesso do usuário, que deverá ser usado para fazer a matrícula.

O cadastro para matrículas nas creches poderá ser feito até o dia 07 de janeiro de 2020. Para as unidades escolares que iniciarão o ano letivo em 10 de fevereiro de 2020, o cadastro para matrículas poderá ser feito até 13 de janeiro e para as unidades que iniciarão o ano letivo em 23 de março o cadastro será até 09 de março.

A 2ª fase do processo compreende dois momentos simultâneos que é a solicitação de matrícula web, sendo que, ao confirmar a solicitação, o sistema emitirá uma ficha com as informações cadastradas. A segunda fase é a confirmação da solicitação de matrícula web, que será na unidade escolar, com data e horário de atendimento constante na ficha de solicitação. A matrícula só será efetivada quando validada pela unidade escolar.

Leia Também:  Mesmo com apelo a Lula, Tigresa é vetada também pelo PT nacional

O horário de atendimento para confirmação da matrícula nas escolas que atendem nos três turnos será das 7h às 19h e nas que atendem dois turnos será das 7h às 18h30.

O aluno maior de idade ou o pai e responsável pelo aluno menor de idade deverá comparecer na unidade escolar de opção para confirmação da matrícula, munido dos documentos exigidos na portaria.

Renovação da Matrícula

A renovação de matrícula é a confirmação da continuidade dos alunos integrantes da escola para o ano letivo de 2020 e deverá ser efetivada na unidade escolar pelos pais ou responsáveis pelo aluno menor de idade ou pelo aluno maior de idade.

Nas unidades que iniciarão o ano letivo em 10 de fevereiro a confirmação da matrícula foi realizada no período de 09 a 20 de dezembro. Já nas escolas que iniciarão o ano letivo no dia 23 de março de 2020, o período de rematrícula será entre 10 de janeiro e 01 de fevereiro de 2020.

 

FONTE: Redação do MinutoMT com informações da Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

CIDADES

Governo de MT suspende retorno das aulas presenciais

Publicados

em

O governo estadual voltou atrás na decisão da retomada das aulas presenciais, marcada para começar no dia 7 de junho, e decidiu, na tarde de ontem (28), suspender o retorno das aulas na modalidade híbrida até o dia 16 de julho.

De acordo com o secretário de Educação, Alan Porto, as aulas vão continuar na modalidade não presencial até o fim deste semestre. O alto índice de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a volta do crescimento de casos e mortes, com o início da terceira onda da Covid-19, foram os principais motivos para a suspensão, que foi definida em reunião com o governador Mauro Mendes.

Também foi considerado o início da vacinação dos profissionais da educação. A previsão é que, após o recesso escolar do meio do ano, em agosto, os alunos retornem na modalidade híbrida, quando os servidores já devem estar imunizados.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Emanuelzinho quer R$ 20 mil de Abílio por postagem com sua foto
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA