CUIABÁ

LEALDADE ACIMA DE TUDO

Site especializado aponta Medeiros como um dos mais fiéis a Bolsonaro

Ao lado de Medeiros está Barbudo, formando a dupla dos aliados mais assíduos. Rosa Neide, do PT, votou majoritariamente contra

Publicados

ESPIA AÍ

O parlamentar é vice-líder do Governo Bolsonaro e abandonou a condição de líder partidário no Podemos para seguir o presidente no PL

Vice-líder do Governo de Jair Bolsonaro na Câmara Federal, o deputado federal, José Medeiros (PL), está entre os mais fiéis ao presidente quando o assunto é votar as matérias de interesse do Planalto.

A informação faz parte de um levantamento realizado, este ano, pelo site Radar Congresso em Foco, onde mostra que Medeiros votou 97% alinhado com as pautas governistas.

Com oito deputados federais de Mato Grosso, apenas Rosa Neide (PT) mantém sua postura oposicionista. Os demais votaram, na maioria das vezes, com o Governo de Bolsonaro.

No levantamento do Congresso Foco, Rosa Neide votou “sim” em apenas 25% dos projetos apresentados pelo Executivo e ficou em “último lugar” no ranking de apoio ao presidente da República.

Nelson Barbudo (PL) integra com Medeiros o grupo dos aliados de primeira hora. O caricato dono do folclórico chapéu votou 99% com Bolsonaro.

Logo em seguida vem Neri Geller (PP) com 95% e Dr. Leonardo (Republicanos) com 88%. O emedebista Juarez Costa aparece com 85% de apoio ao Executivo Federal, seguido de Emanuel Pinheiro Neto (MDB) com 84%.

Leia Também:  Fábio Garcia e Mauro Mendes mentem na imprensa em ano eleitoral

Valtenir Pereira (MDB), por sua vez, registrou 81%  dos seus posicionamentos conjuntos ao do Governo Federa e até o crítico de Bolsonaro, Carlos Bezerra (MDB), surgiu com 74%.

“Apoiar o governo Bolsonaro é estar ao lado do Brasil. É o primeiro governo que, de fato, pensa e governa para as pessoas, defende Deus, a família, a pátria e a liberdade. Além de tudo isso, Bolsonaro está quase finalizando seu primeiro mandato sem nenhum caso de corrupção e com muitas ações como o auxílio emergencial, obras de infraestrutura, investimentos bilionários na saúde, entre outros”, frisa José Medeiros.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPIA AÍ

Emanuel cutuca Michelly e marido, por repasse a reality de Jajah

Pinheiro ironizou Michelly e disse acreditar que a vereadora está revoltada com tamanho descaso com recursos públicos

Publicados

em

Prefeito enfatizou que Secretaria de Cultura, comandada por Jefferson Neves, foi a responsável por envio de dinheiro que bancou "Casa Digital"

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), não perdeu a oportunidade e cutucou, em sua live semanal, o secretário de cultura estadual, Jefferson Neves, marido da vereadora, Michelly Alencar (UB), que faz oposição ferrenha ao seu governo no legislativo municipal.

O motivo da alfinetada do gestor são os R$ 450 mil, destinados pela pasta de Jefferson, ao famigerado reality show do ex-deputado estadual, Jajah Neves, com “influencers” mato-grossenses, em Várzea Grande.

Pinheiro ironizou Michelly e disse acreditar que a vereadora está revoltada com tamanho descaso com recursos públicos. “Deve ter se manifestado, acredito eu, indignada com este festival de horror, que até agora está se apresentando a farra com dinheiro público na Secretaria de Cultura do Estado”, comentou o prefeito.

A polêmica emenda de Eduardo Botelho (UB), repassada ao Governo do Estado, que conveniou e custeou a produção de Jajah virou notícia nacional. O UOL publicou que a “Casa Digital” confinaria dez pessoas concorrendo a um prêmio de R$ 25 mil.

De maneira estranha, o próprio Botelho veio a público criticar a si mesmo, dizendo que comprou “gato por lebre”. Segundo o parlamentar, a promessa lhe feito era que os potenciais turísticos e culturais de Mato Grosso seriam divulgados por todo país e até fora dele. Todavia, chama atenção a falta de cuidado do deputado em dar o “ok”, sobretudo pela cifra envolvida.

Leia Também:  Fábio Garcia e Mauro Mendes mentem na imprensa em ano eleitoral

Em ano eleitoral e pré-candidato à reeleição, Botelho já até acionou o Ministério Público Estadual – MPE e pediu que sua emenda seja investida e, se possível, o valor devolvido aos cofres públicos. Até mesmo a primeira-dama do estado, Virgínia Mendes, mostrou que não engoliu a justificativa do deputado, nas redes sociais.

Em suas redes sociais, Jajah também gravou vídeo e ressaltou que, embora tenha sido um reality, envolvendo premiação para o vencedor, e confinando um grupo de pessoas, não se tratou de um “BBB de Mato Grosso”.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA