CUIABÁ

DERROTA E DESÂNIMO

Paulão faz gol contra no fim e Cuiabá perde em casa no Brasileirão

A Arena Pantanal viveu, neste sábado (16) à noite, um dos piores jogos da atual temporada da elite do futebol brasileiro

Publicados

Esportes

As duas partidas jogaram fora do Brasil no meio de semana e estavam visivelmente esgotadas
A Arena Pantanal viveu, neste sábado (16) à noite, um dos piores jogos da atual temporada da elite do futebol brasileiro. Cuiabá e Fluminense, talvez até pelo cansaço de terem jogado fora do Brasil pela Sulamericana, no meio de semana, fizeram uma apresentação aquém dos seus elencos. Por fim, um gol contra do zagueiro Paulão deu a vitória aos cariocas.
Outro ponto definidor da partida foram as alterações do técnico Abel Braga, que acabaram dando certo, somadas a um pouco de sorte. O confronto que “sangrou” os olhos dos amantes do futebol foi válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a vitória, o Flu dá um salto para a segunda posição na tabela, com quatro pontos. Já os mato-grossenses ficam em oitavo, com três. As posições ainda podem mudar com o decorrer da rodada. Agora, as duas equipes voltam as atenções para a Copa do Brasil.
O Flu recebe o Vila Nova no Maracanã e o Cuiabá encara o embalado Atlético-GO, fora de casa.

MORNO

A primeira finalização do jogo foi apenas aos 22 minutos, com um chute ruim de Luiz Henrique. A etapa inicial foi marcada por muitos erros dos dois times, que tentavam marcar com pressão, mas demonstravam pouca qualidade para armar boas jogadas.

O Cuiabá até encontrou espaços na defesa do Fluminense, mas ia mal na saída de bola e nas conclusões, bem como no último passe de qualidade que não foi dado pelo 10 Rodriguinho e por nenhum dos seus companheiros de meio campo. Já o Tricolor sofreu com a lentidão, até por conta dos atletas poupados.

Leia Também:  Técnico do Cuiabá pressiona diretoria por reforços para evitar série B

DOMÍNIO E POUCA AÇÃO

O Fluminense teve domínio no primeiro tempo, mas pouco assustou. No total, foram quatro finalizações, nenhuma delas em direção ao gol. A melhor chance foi quando Walter errou uma saída de bola, Ganso tocou para a área buscando Fred, mas o goleiro se recuperou a tempo e chegou antes do camisa 9 tricolor.

Do outro lado, Fábio não teve trabalho.

Segunda etapa parecia que era a primeira

A segunda etapa seguiu o mesmo ritmo da primeira. O Fluminense dominava as ações e até melhorou um pouco nas investidas. Se Calegari ia muito mal pela direita, Pineida se arriscava e criava na esquerda.

O Cuiabá, do outro lado, praticamente não ficou com a bola e nem conseguia finalizar. Os treinadores, então, tentaram fazer as alterações para ver se a parte final do confronto melhorava de qualidade.

MUDANÇAS

Vendo que poderia ganhar a partida, Abel Braga decidiu mexer no ataque para oxigenar o time e tentar dar mais dinâmica. Fred, Luiz Henrique, Ganso e Jhon Arias foram sacados para dar lugar a Cano, Willian, Yago Felipe e Caio Paulista.

O Cuiabá também mudou, mas com a ideia de segurar mais o Tricolor, que dominava as ações, exceto por Valdívia, que se arriscou mais e entrou bem. O time da casa esbarrava nas próprias limitações e erros para fazer a transição e chegar ao último terço do campo.

Leia Também:  Elenco do Cuiabá vibra com fim de jejum e vitória fora de casa

NA EMOÇÃO

Nos minutos finais, o Fluminense seguiu tentando chegar e até assustou, mas demonstrou pouco repertório ofensivo. Valdívia ainda deu a primeira finalização do Cuiabá na direção do gol aos 41 minutos, dizendo muito sobre como foi fraca a partida.

No entanto, tudo mudou aos 46 minutos. Em belo lançamento de Yago Felipe para Germán Cano, o atacante cruzou na área e Paulão mandou contra o próprio gol, dando de presente a vitória ao Flu.

FICHA TÉCNICA
CUIABÁ 0X1 FLUMINENSE

Data/Hora: 16/04/2022, às 21h
Local: Arena Pantanal, Cuiabá (MT)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (FIFA-DF)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (FIFA-BA) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)
VAR: Rafael Traci (SC)

Gols: Paulão – contra (46’/2ºT) (0-1)
Cartões amarelos: André, Igor Cariús (CUI), Nino (FLU)
Cartões vermelhos:

CUIABÁ: Walter, João Lucas, Alan Empereur, Paulão e Igor Cariús; Everton (Felipe Marques – 33’/2ºT), Rafael Gava (Valdívia – 22’/2ºT), Pepê, Rodriguinho; André Luis (Marquinhos – intervalo) e André (Elton – intervalo). Técnico: Pintado.

FLUMINENSE: Fábio; Calegari, Nino, Manoel, Pineida (Cris Silva – 33’/2ºT); Wellington, Nonato, Ganso (Yago Felipe – 27’/2ºT); Jhon Arias (Caio Paulista – 27’/2ºT), Luiz Henrique (Willian – 22’/2ºT), Fred (Cano – 22’/2ºT). Técnico: Abel Braga.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Elenco do Cuiabá vibra com fim de jejum e vitória fora de casa

O Dourado chegou a ficar, temporariamente, fora da zona da degola, mas acabou retornando com as vitórias, mais tarde, de América-MG e Coritiba

Publicados

em

Time comandado pelo português, António Oliveira, abandonou série incômoda sem vitórias

Após quatro partidas sem vencer, o Cuiabá virou para cima do Avaí por 2 a 1 e garantiu os primeiros três pontos sob o comando do técnico António Oliveira, neste domingo (3), jogando no Ressacada.

Eduardo abriu o placar para o Leão da Ilha e Valdívia fez valer a lei do ex e empatou o duelo. O zagueiro Joaquim fez seu primeiro gol pelo Dourado e carimbou a vitória, em sua segunda participação com a equipe.

Com o resultado, o time catarinense se mantém no meio da tabela com 18 pontos e o auriverde chegou a ficar, temporariamente, fora da zona de rebaixamento, mas acabou retornando com as vitórias, mais tarde, de América-MG e Coritiba, pra a temida 18ª posição.

Todavia, o triunfo no sul serviu de motivação para o elenco, que postou foto mostrando empolgação após a conquista dos três pontos.

O Jogo

A primeira etapa da partida se encerrou com cinco finalizações para cada lado. Apesar dos números, o Avaí se manteve melhor posicionado no ataque e abriu o placar com Eduardo.

O gol saiu aos 30 minutos quando Morato arriscou forte chute de longe com Walter espalmando a bola para o meio da área. O camisa 22 do Avaí aproveitou a chance e balançou as redes.

Leia Também:  Técnico do Cuiabá pressiona diretoria por reforços para evitar série B

O Dourado voltou para o segundo tempo mais agressivo, conseguindo superar as dificuldades ofensivas que permaneceram com a equipe nos primeiros quarenta e cinco minutos.

O empate saiu de um belo chute do meia Valdívia, que dominou no peito e finalizou de longe após a zaga do seu ex-clube afastar mal. A bola toca na trave antes de entrar e mata o goleiro Douglas.

Com pressão ofensiva e após várias chegadas ofensivas, o Auriverde virou a partida com zagueiro Joaquim Henrique aproveitando rebote da cabeçada de Rodriguinho, que subiu livre e cabeceou para Douglas espalmar para dentro da pequena área.

Joaquim se esticou mais que a marcação e empurrou para o fundo das redes. Esse foi o primeiro tento do jovem defensor que fez sua segunda partida como titular com a equipe.

A virada no Ressacada garantiu a primeira vitória do técnico português, António Oliveira, que parece já ter conquistado a confiança do elenco. O próximo compromisso do Dourado será no domingo, 10, contra o Botafogo, na Arena Pantanal.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA