CUIABÁ

Geral

Ato bolsonariano por “voto impresso” começa às 15 horas, em Cuiabá

Publicados

Geral

Um grupo de manifestantes e instituições de direita em Mato Grosso preparam uma carreata em defesa do voto impresso, em Cuiabá, neste domingo (27).

O ato vai acontecer em todo o Brasil e na capital de Mato Grosso a carreata partirá da Praça das Bandeiras, a partir das 15 horas.

Segundo os organizadores, o comboio passará pela Avenida do CPA, Prainha, XV de Novembro e terá como ponto final a Orla do Porto.

Segundo Adavilso Azevedo líder do grupo “Bolsonaristas de Mato Grosso”, o ato será de “apoio ao presidente Jair Bolsonaro, voto impresso e auditável, permitindo a contagem pública total dos votos.”

No sul do Brasil, o presidente da República chegou a afirmar, nas últimas horas, que sem a possibilidade de auditar votos a vitória será de Lula (PT), inflamando ainda mais apoiadores em defesa da pauta.

Bolsonaro, inclusive, afirmou que comprovará, nos próximos dias, que venceu o pleito de 2018 no primeiro turno, em resposta a enquadramento do Tribunal Superior Eleitoral – TSE. 

Força contrária

O atual presidente do TSE, ministro Luis Barroso, projetou que o voto impresso auditável vai diminuir a segurança do processo eleitoral.

“Vão pedir recontagem. Vai dar defasagem entre os votos. Vão questionar e judicializar com pedido de fraude. Na recontagem, vai sumir voto, aparecer voto. Isso tudo vai diminuir a segurança”, afirmou.

Movimento de bloqueio no Congresso

Líderes de 11 partidos, segundo informações de bastidores de Brasília, estariam “fechados” na ideia de barrar a proposta de instituir o voto impresso nas eleições do ano que vem.

A Proposta de Emenda à Constituição – PEC, que viria a obrigar a impressão, está tramitando em uma comissão especial instalada no mês passado.

A PEC é de autoria da deputada bolsonarista, Bia Kicis (PSL-DF), e já foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, em 2019.

Briga antiga 

Bolsonaro ainda era deputado federal e o voto impresso já era tema discutido em plenário. O assunto, aliás, chegou a ser pacificado em 2015, quando a então presidente da República, Dilma Rousseff (PT), promulgou uma minirreforma eleitoral.

A presidente chegou a vetar o texto que permitia a impressão do voto na urna eletrônica, mas viu o veto ser derrubado pelo Congresso. Desde então, o TSE, comandado por ministros do Supremo Tribunal Eleitoral – STF, vem se levantando contra a medida, sobretudo abordando a questão dos custos.

A PEC, porém, colocaria um ponto final na questão, obrigando a implantação.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
1 comentário

1 comentário

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Geral

Medeiros e Claudinei vão destinar emendas para a construção de nova Delegacia de Polícia em Brasnorte

Publicados

em

O deputado estadual Delegado Claudinei (UB) cumpriu agenda, em Brasnorte, no dia 11 de fevereiro, para verificar as principais demandas da cidade, juntamente com o deputado federal José Medeiros (Podemos). Eles foram recepcionados na sede da Prefeitura Municipal pelo prefeito Edelo Ferrari (DEM) e a vice-prefeita Roseli Borges de Araújo (PP) e na Câmara Municipal pelo vice-presidente, o vereador Cláudio Campos e demais parlamentares.

No início do encontro, o prefeito deu um panorama dos projetos previstos no município para atender a área de infraestrutura com os convênios a serem firmados junto ao governo estadual. Ele citou a instalação de aeroporto, revitalização e arborização de áreas urbanas, aquisição de maquinários, recuperação asfáltica com recursos próprios, implantação de usina solar, melhorias no hospital municipal, entre outros investimentos.

Delegacia

A principal demanda apresentada foi a precariedade da Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC) do município, em que a Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores e a sociedade civil organizada uniram forças para poder construir uma nova sede para proporcionar um melhor ambiente de trabalho aos servidores e atendimento para a população.

“Parabenizo essa parceria da Prefeitura e Câmara de Vereadores e que não esperaram a iniciativa do Estado e tiveram a proatividade para buscar meios para a construção de uma nova Delegacia de Polícia junto com a sociedade civil organizada. A gente fica muito feliz em saber, ver que se preocupam com a sociedade e o benefício é para os moradores da cidade. E faço questão de somar e vou destinar R$ 300 mil das minhas emendas”, explanou Claudinei.

A gestão municipal concedeu o terreno para a nova delegacia, como, também, R$ 200 mil para a construção da obra. Os vereadores contribuíram com R$ 200 mil e Medeiros se comprometeu a contribuir com R$ 200 mil e o promotor de Justiça de Brasnorte, Alvaro Schiefler Fontes, ficou responsável em articular junto ao Ministério Público para buscar via Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), o restante do recurso que equivale o total de R$ 1,1 milhão.

Realidade

Desde que chegou em Brasnorte, o promotor conta que a cidade possuía juiz e promotor, mas não tinha delegado e nem defensor público. “O que acontece, graça à Deus, é a integração com o prefeito e vereadores e outras autoridades. Até abril no máximo, uma parte do problema estará resolvido com a chegada de um delegado. Desde que cheguei aqui, estamos lutando para trazer uma nova delegacia para cá. A gente quer prestar um serviço público de qualidade”, explica Schiefler.

Para o escrivão da PJC Antônio Carlos, a luta pela delegacia já dura dois anos. “Estamos atrás já há um bom tempo. Fizemos o projeto seguindo os padrões da PJC. Agora, está se tornando realidade. Agora, faço 20 anos na instituição, em março, e essa conquista é para a população. A prefeitura ajuda muito. O efetivo é muito pouco aqui”, comentou o policial.

Os vereadores Professor Genival, Dioclécio Alves de Lima – conhecido por “Manico” (PTB), Dr. Norberto Junior (DEM) e Roberto Marcelo (PSB), o presidente do Sindicato Rural de Brasnorte, Cleber José dos Santos Silva, e o presidente do Conseg de Brasnorte, Nelsi Deiss Barkert, acompanharam o encontro com os deputados.

Reivindicação – O deputado estadual Delegado Claudinei apresentou indicação de n.° n.º 2579/2021 para a Secretaria de Segurança de Mato Grosso para designar um Delegado Titular para atender a Delegacia de Polícia Judiciária Civil do município de Brasnorte.

Atualmente, estão em fase de formação na Academia de Polícia (Acadepol), em Cuiabá, 45 delegados que vão atender os municípios do interior de Mato Grosso, sendo que um deles vai atender Brasnorte, a partir do dia 23 de março deste ano.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA