CUIABÁ

Geral

Deputado articula obras para rodovias da região sudeste

Publicados

Geral

Uma das prioridades é o asfaltamento da MT-040, no trecho de Cuiabá a Rondonópolis.

O deputado Sebastião Rezende (PSC) se reuniu nessa quarta-feira (30), na Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, com o secretário Marcelo de Oliveira. O parlamentar, que tem a base política na região sul de Mato Grosso, fez oitos reivindicações voltadas para obras de infraestrutura localizadas na região e para Rondonópolis.

Um dos pedidos é para o asfaltamento de 47 quilômetros da MT-040, no trecho de Cuiabá a Rondonópolis, passando pelo pantanal mato-grossense, compreendendo as cidades de Santo Antônio do Leverger e Mimoso. O pedido é para que o governo faça 17 quilômetros de todo esse trecho.

De acordo com Marcelo Oliveira, o governo do estado já vem trabalho na MT-040. O trecho total é de 47 quilômetros mas, nesse momento, o governo está trabalhando para executar 17 quilômetros. “É uma obra que está em andamento, mas teve um trecho que o contrato precisou ser cancelado porque a empresa abandonou a obra. Mas o governo já convocou a segunda colocada para dar sequência às obras”, destacou Rezende.

Outra reivindicação foi para a recuperação da MT-270 – cerca de 70 km – que liga os municípios de Rondonópolis a Guiratinga, passando pela cidade de São José do Povo. Para esse trecho, o deputado pede que seja feita a limpeza das margens da rodovia e a execução do serviço de tapa-buracos. “A MT precisa também de uma restauração completa, mas por falta de recursos financeiros será feito apenas o paliativo”, explicou o parlamentar.

O deputado reivindicou também para o secretário Marcelo Oliveira a restauração da MT-110, num trecho de 40 quilômetros, ligando os municípios de Tesouro a Guiratinga e de Alto Garças a Guiratinga, trecho de 90 quilômetros (que está em projeto). O deputado quer que a MT-110 seja pavimentada. “É uma reivindicação que a população busca há muito tempo”, disse Rezende. Na MT-110, uma das obras que já está sendo feita é a ponte sobre o Córrego do Onça, ligando Alto Garças a Guiratinga.

A região sudeste que é composta por aproximadamente 19 municípios, Rondonópolis é considera a cidade polo. Para o município, Sebastião Rezende aproveitou a reunião para reivindicar a retomada das obras sobre o Córrego do Canivete pelo governo do estado. A empresa responsável pela construção, segundo ele, já concluiu cerca de 90% das obras.

“Consegui com o governo a construção de quatro pontes ao longo do Córrego do Canivete. Ela engloba cerca 40 bairros de Rondonópolis. Nesse córrego já foram feitas sete quilômetros de canalização e mais a drenagem que é importante para drenar e escoar as águas das chuvas”, explicou Rezende ao secretário.

Rezende solicitou também a canalização do córrego que passa pela Avenida Bandeirantes. Segundo ele, todas às vezes que caem chuvas fortes a região fica alagada. No local, “está faltando fazer um estrangulamento na canalização e construir mais um bueiro para escoar as águas das chuvas. A vazão é muito pequena e por isso transborda. Esse trabalho foi feito há sete anos e na época era para ser construído três bueiros, mas fizeram apenas dois É preciso que esse serviço seja feito para que a população não sofra com o excesso de águas na avenida durante os temporais de chuva e chegar até ao Córrego Arareau”, disse o parlamentar.

De acordo com Rezende, a obra está licitada e o secretário deve chamar a empresa e ver o que precisa ser colocado de aditivo e com isso negociar à complementação da obra. Mas segundo Oliveira, “pode ser que a construção de mais um bueiro resolva o problema de vazão às águas das chuvas. Mas o problema hoje é em relação ao orçamento para execução das obras, porque o orçamento estadual deve ser aberto agora em fevereiro e a arrecadação do Fethab somente em março”, explicou Marcelo Oliveira.

De acordo com Rezende, o serviço de duplicação foi feito, mas sem qualidade. Por isso, representantes da Secretaria de Infraestrutura estiveram no local e detectaram baixa qualidade da obra. “O posicionamento do secretário é de que o Estado não vai receber as obras que não tenha qualidade. O próprio Ministério Público estadual já entrou com uma ação contra a empresa junto ao Judiciário, exigindo-a que refaça os serviços. A empresa deve fazer ainda uma pista de caminha e uma ciclovia”, disse Rezende.

Em Rondonópolis, segundo Rezende, há demandas como o Anel Viário Conrado Sales de Brito, na MT-130, ligando Rondonópolis até Primavera do Leste, passando por Poxoreo. Segundo Rezende, é fundamental para tirar o fluxo de veículo da região central da cidade, é cerca de 10 quilômetros, ligando a MT-130 às BR364/163.

Há o pedido para a MT-100, que é outro gargalo, que precisa ser equacionado. Segundo o deputado, essa rodovia foi privatizada de Alto Araguaia a Alto Taquari. “Infelizmente a empresa que ganhou o processo licitatório já era para ter começado a obra, no mês de agosto de 2018, mas está tocando a obra a passos de tartaruga. Pedi ao secretário que faça a convocação da empresa e que faça a recuperação emergencial”, afirmou Rezende.

Outro trecho de rodovia reivindicado pelo deputado ao secretário foi o de Jaciara, passando por Dom Aquino até o município de Campo Verde. “É preciso que se faça uma análise daquele trecho até Dom Aquino. Nesse local, 100% do trabalho de restauração foi feito. Mas é importante fazer alguns trabalhos complementares, como o de limpeza”, disse Rezende.

“Ele veio pedir obras e melhoria não apenas para uma cidade, mas para vários municípios do Estado. Entre as reivindicações está o de fomentar uma das regiões turísticas mais conhecidas de Mato Grosso: o Pantanal. É uma proposta que vai dar um novo rumo ao incentivo do turismo na região”, disse Marcelo Oliveira.

Segundo Oliveira, é importante a pavimentação que liga os municípios de Alto Garça a Tesouro, região produtora de algodão. “A MT-110 com tráfego fluindo bem será fundamental para o transporte dos grãos plantados pelos produtores de Paranatinga e de Brasilândia. Eles podem escoar a produção direto para Alto Taquari”, disse o secretário.

Para a o Rodoanel em Rondonópolis, Marcelo Oliveira afirmou que o governo vai fazer a restauração do local. “Em torno de 60 dias tudo estará pronto para iniciar o processo licitatório. Vai dar justamente no período final de chuva. Elaborar o planejamento da secretaria de infraestrutura e logística que engloba a secretaria de cidades”.

Ele disse para Rezende que, se for necessário, o governo fará parceria com os municípios mato-grossenses para terminar as obras inacabadas. “O Estado, em 2019, vai passar financeiramente por momentos difíceis. O déficit financeiro é de quase R$ 2 bilhões”, lembrou Oliveira.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Geral

Medeiros e Claudinei vão destinar emendas para a construção de nova Delegacia de Polícia em Brasnorte

Publicados

em

O deputado estadual Delegado Claudinei (UB) cumpriu agenda, em Brasnorte, no dia 11 de fevereiro, para verificar as principais demandas da cidade, juntamente com o deputado federal José Medeiros (Podemos). Eles foram recepcionados na sede da Prefeitura Municipal pelo prefeito Edelo Ferrari (DEM) e a vice-prefeita Roseli Borges de Araújo (PP) e na Câmara Municipal pelo vice-presidente, o vereador Cláudio Campos e demais parlamentares.

No início do encontro, o prefeito deu um panorama dos projetos previstos no município para atender a área de infraestrutura com os convênios a serem firmados junto ao governo estadual. Ele citou a instalação de aeroporto, revitalização e arborização de áreas urbanas, aquisição de maquinários, recuperação asfáltica com recursos próprios, implantação de usina solar, melhorias no hospital municipal, entre outros investimentos.

Delegacia

A principal demanda apresentada foi a precariedade da Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC) do município, em que a Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores e a sociedade civil organizada uniram forças para poder construir uma nova sede para proporcionar um melhor ambiente de trabalho aos servidores e atendimento para a população.

“Parabenizo essa parceria da Prefeitura e Câmara de Vereadores e que não esperaram a iniciativa do Estado e tiveram a proatividade para buscar meios para a construção de uma nova Delegacia de Polícia junto com a sociedade civil organizada. A gente fica muito feliz em saber, ver que se preocupam com a sociedade e o benefício é para os moradores da cidade. E faço questão de somar e vou destinar R$ 300 mil das minhas emendas”, explanou Claudinei.

A gestão municipal concedeu o terreno para a nova delegacia, como, também, R$ 200 mil para a construção da obra. Os vereadores contribuíram com R$ 200 mil e Medeiros se comprometeu a contribuir com R$ 200 mil e o promotor de Justiça de Brasnorte, Alvaro Schiefler Fontes, ficou responsável em articular junto ao Ministério Público para buscar via Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), o restante do recurso que equivale o total de R$ 1,1 milhão.

Realidade

Desde que chegou em Brasnorte, o promotor conta que a cidade possuía juiz e promotor, mas não tinha delegado e nem defensor público. “O que acontece, graça à Deus, é a integração com o prefeito e vereadores e outras autoridades. Até abril no máximo, uma parte do problema estará resolvido com a chegada de um delegado. Desde que cheguei aqui, estamos lutando para trazer uma nova delegacia para cá. A gente quer prestar um serviço público de qualidade”, explica Schiefler.

Para o escrivão da PJC Antônio Carlos, a luta pela delegacia já dura dois anos. “Estamos atrás já há um bom tempo. Fizemos o projeto seguindo os padrões da PJC. Agora, está se tornando realidade. Agora, faço 20 anos na instituição, em março, e essa conquista é para a população. A prefeitura ajuda muito. O efetivo é muito pouco aqui”, comentou o policial.

Os vereadores Professor Genival, Dioclécio Alves de Lima – conhecido por “Manico” (PTB), Dr. Norberto Junior (DEM) e Roberto Marcelo (PSB), o presidente do Sindicato Rural de Brasnorte, Cleber José dos Santos Silva, e o presidente do Conseg de Brasnorte, Nelsi Deiss Barkert, acompanharam o encontro com os deputados.

Reivindicação – O deputado estadual Delegado Claudinei apresentou indicação de n.° n.º 2579/2021 para a Secretaria de Segurança de Mato Grosso para designar um Delegado Titular para atender a Delegacia de Polícia Judiciária Civil do município de Brasnorte.

Atualmente, estão em fase de formação na Academia de Polícia (Acadepol), em Cuiabá, 45 delegados que vão atender os municípios do interior de Mato Grosso, sendo que um deles vai atender Brasnorte, a partir do dia 23 de março deste ano.

COMENTE ABAIXO:

Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA