CUIABÁ

POLÍCIA

Agredida no meio da rua em MT, mulher cita pessoas filmando ao invés de ajudar

Publicados

POLÍCIA

Uma mulher agredida no meio da rua pelo ex, um empresário da cidade de Juína (735 km a nordeste de Cuiabá), contou na delegacia que via pessoas próximas filmando ao invés de ajudá-la no momento de intensa agonia. O homem a ameaçou de morte, na frente dos filhos menores de idade, e acabou preso pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (30.09).

O suspeito de 36 anos teve a ordem de prisão decretada pela Justiça pelos crimes de lesão corporal e ameaça no âmbito da lei de violência doméstica e familiar. Conforme sua denúncia junto a polícia, a mulher afirma que conduzia o seu veículo na companhia dos filhos de 13 e 10 anos, quando foi surpreendida pelo agressor, que a seguia em outro carro.

O suspeito fechou o automóvel da vítima, que ficou travado no meio-fio da via. Em seguida, ele se aproximou do veículo e começou a puxar a porta para entrar no carro. Impedido pela ex-mulher, o agressor conseguiu baixar o vidro do motorista e a enforcou. No vídeo (fim da matéria) é possível ouvir o grito de desespero dos menores. Além das agressões físicas, o suspeito ainda a xingou e a ameaçou de morte.

Leia Também:  Motorista bêbado mata menina de 25 anos em Mato Grosso

Logo que conseguiu escapar, a mulher procurou prontamente a Polícia Civil. Ao ser ouvida e perguntada se alguém que passava pelo local a ajudou, a mesma relatou que gritou por socorro algumas vezes, porém, ninguém a ajudou. “Nessas horas, as pessoas só sabem pegar o celular e filmar e depois mostrar para os outros”, lamentou ela.

Diante dos fatos graves, a Delegacia de Polícia de Juína representou pelo pedido de prisão do suspeito, que foi deferido pela Justiça. De posse do mandado, os policiais civis descobriram que o investigado estaria a caminho de uma agência bancária e os investigadores conseguiram efetuar a prisão.

O agressor foi conduzido até a delegacia para as providências cabíveis e posteriormente apresentado ao Poder Judiciário.

Veja a cena: 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

POLÍCIA

Pai morre, mãe e bebê são internadas após colisão com carreta na 163

A perícia preliminar identificou que o veículo na família colidiu com o caminhão quando este trafegava na pista contrária

Publicados

em

Homem de 29 anos chegou ser socorrido com vida, mas morreu no hospital.

Um homem identificado como Wallyson Vinicius Bellon, de 29 anos, morreu ontem (5), após uma colisão entre sua camionete Mitsubishi com uma carreta na BR-163, em Lucas do Rio Verde (a 353 km de Cuiabá).

Além da vítima, sua esposa Nathalia França e a filha do casal, uma bebê, também estavam no carro. As duas foram socorridas e seguem internadas em uma unidade de saúde do Município.

Segundo a Rota do Oeste, que atendeu a ocorrência, a família ocupava um utilitário Mitsubishi branco que bateu no caminhão na altura do Km 666.

As causas do acidente ainda são apuradas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). No entanto, a perícia preliminar identificou que o veículo na família colidiu com o caminhão quando este trafegava na pista contrária e se preparava para entrar em uma fazenda.

A violência da batida destruiu a parte frontal do Mitsubishi, mas a família foi socorrida com vida. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital São Lucas e a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Município.

Leia Também:  Mulher com deficiência é estuprada e irmão espanca abusador em MT

Apesar de ter sido socorrido, Wallyson não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA