CUIABÁ

FORAGIDO DESDE 2019

Dez anos depois de atirar e matar amiga da ex, homem é preso em MT

A prisão foi feita no âmbito da Operação “Amón”, deflagrada pelo Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Confresa

Publicados

POLÍCIA

Renata Evangelista reagiu quando o suspeito surgiu armado. Ela foi atingida nas costas.

Um homem de 35 anos, que estava foragido da Justiça, foi preso nessa quinta-feira (5) acusado de matar a amiga da ex-mulher dele por ciúmes. O crime aconteceu em novembro de 2012, em Canabrava do Norte, a 1.143 km de Cuiabá,.

O suspeito foi preso em Alta Floresta, a 800 km da capital. A prisão foi decretada em 2019 e desde então ele era considerado foragido.

As investigações sobre o crime apontam que o acusado não aceitava o fim do relacionamento. A polícia diz que o homem perseguia e ameaçava a ex.

Ela chegou a mudar de estado para ficar longe do ex-marido. O crime foi cometido em uma represa quando a ex-mulher do acusado passeava com amigos em Canabrava do Norte.

Ele foi ao local de moto e disse que iria atirar na ex-mulher. A amiga tentou intervir e foi alvejada nas costas e na cabeça. Renata Evangelista não resistiu aos ferimentos.

Além de atirar na ex e matar uma amiga dela, o ex-marido também atirou em um adolescente, de 16 anos, que estava com as duas. As investigações da Polícia Civil identificaram que o homem tinha ciúmes da amizade da ex-mulher com Renata.

Leia Também:  Vereador de Cuiabá mata homem e diz que agiu em legítima defesa

A prisão foi feita no âmbito da Operação “Amón”, deflagrada pelo Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Confresa, para o cumprimento de mandados judiciais expedidos pela Justiça.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Pai morre, mãe e bebê são internadas após colisão com carreta na 163

A perícia preliminar identificou que o veículo na família colidiu com o caminhão quando este trafegava na pista contrária

Publicados

em

Homem de 29 anos chegou ser socorrido com vida, mas morreu no hospital.

Um homem identificado como Wallyson Vinicius Bellon, de 29 anos, morreu ontem (5), após uma colisão entre sua camionete Mitsubishi com uma carreta na BR-163, em Lucas do Rio Verde (a 353 km de Cuiabá).

Além da vítima, sua esposa Nathalia França e a filha do casal, uma bebê, também estavam no carro. As duas foram socorridas e seguem internadas em uma unidade de saúde do Município.

Segundo a Rota do Oeste, que atendeu a ocorrência, a família ocupava um utilitário Mitsubishi branco que bateu no caminhão na altura do Km 666.

As causas do acidente ainda são apuradas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). No entanto, a perícia preliminar identificou que o veículo na família colidiu com o caminhão quando este trafegava na pista contrária e se preparava para entrar em uma fazenda.

A violência da batida destruiu a parte frontal do Mitsubishi, mas a família foi socorrida com vida. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital São Lucas e a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Município.

Leia Também:  Vereador de Cuiabá mata homem e diz que agiu em legítima defesa

Apesar de ter sido socorrido, Wallyson não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA