CUIABÁ

EM MEIO A OPERAÇÃO

Esposa é presa pela morte de marido com requintes de crueldade em MT

Um mandado foi cumprido na zona rural de Matupá e outra na cidade, da mulher da vítima. Um terceiro alvo foi preso na zona rural de Colíder.

Publicados

POLÍCIA

Railson Conrado da Silva, de 24 anos, foi morto e teve o corpo desmembrado, em abril

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quarta-feira (11.05), em Matupá, no norte do estado, a Operação Loki, para cumprimento de seis ordens judiciais, sendo três mandados de prisão temporária e três de busca e apreensão contra alvos investigados por homicídio. Uma mulher foi presa por suposto envolvimento na morte do marido.

As investigações visam esclarecer o homicídio qualificado ocorrido no mês de abril deste ano, na zona rural do município de Matupá. A vítima, Railson Conrado da Silva, de 24 anos, foi morta com requintes de crueldade, teve parte do corpo desmembrada e ocultado em uma mata nos fundos de uma residência na Gleba União, zona rural do município.

No dia que o corpo foi localizado, um suspeito de envolvimento no crime foi conduzido pela Polícia Militar e autuado em flagrante na Delegacia de Matupá. Com o avanço das investigações realizadas pela Polícia Civil foram identificados os demais envolvidos no crime.

O delegado Waner dos Santos Neves representou pela decretação da prisão temporária dos suspeitos. Um mandado foi cumprido na zona rural de Matupá e outra na cidade, da mulher da vítima. Um terceiro alvo da operação foi preso na zona rural de Colíder.

Leia Também:  Ônibus invade pista contrária, bate em carreta e 11 morrem em MT

Participaram da operação policiais civis das Delegacias: Regional de Guarantã do Norte, municipal de Guarantã do Norte, Matupá, Peixoto de Azevedo, Colíder e Terra Nova do Norte

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Ônibus invade pista contrária, bate em carreta e 11 morrem em MT

O ônibus saiu de Cuiabá com destino a Sinop, a 503 km da capital, e faria a última parada antes da chegada

Publicados

em

Segundo informações iniciais da perícia, motorista do coletivo teria dormido ao volante

Onze passageiros morreram em um acidente grave envolvendo um ônibus de viagem e uma carreta na BR-163, em Sorriso, no norte do estado, nesta terça-feira (17). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que há outras vítimas em estado grave.

De acordo com a PRF, o ônibus transportava 45 passageiros. O motorista do veículo ficou preso às ferragens, teve o braço amputado no momento da batida, mas foi encontrado com vida. Ele está em estado grave.

O ônibus saiu de Cuiabá com destino a Sinop, a 503 km da capital, e faria a última parada antes da chegada. O acidente ocorreu entre Sinop e Sorriso. Já a carreta saía de Sinop para Rondonópolis.

Ônibus saiu de Cuiabá e iria para Sinop, no norte de MT — Foto: g1

O perito Leandro Valendorf disse que em uma das pistas tem uma marca de frenagem produzida pelo ônibus que indica que o coletivo invadiu a pista contrária. Ele explica que a alta velocidade não foi a causa do acidente.

Segundo o superintendente da PRF, as informações iniciais apontam que o motorista do ônibus teria dormido ao volante.

Até esta publicação, a pista estava totalmente interditada e as vítimas estavam sendo socorridas por equipes de resgate da concessionária Rota do Oeste e Corpo de Bombeiros. Um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAer) também foi encaminhado para o local para ajudar no resgate dos sobreviventes.

Leia Também:  Cinco bandidos de MT morrem durante assalto em Goiás

“Serve de alerta para todos os motoristas que passam por essa região. Esse é um trecho extremamente perigoso, um show de imprudências, de desrespeito à sinalização, de excesso de velocidade, e o resultado, infelizmente, é esse”, pontuou.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA