CUIABÁ

POLÍCIA

Festa em aldeia indígena de MT acaba com dois feridos e um morto

Publicados

POLÍCIA

O indígena Jaime Zenezokai, de 60 anos, foi morto a golpes de faca, um tiro na cabeça e teve os dedos da mão direita cortados após uma briga na aldeia Kolidike, terra Paresi, em Tangará da Serra (239 quilômetros ao Médio Norte de Cuiabá), na última sexta-feira (29).

As outras duas vítimas do entrevero tiveram ferimentos e foram encaminhados para Unidade de Pronto Atendimento. A versão investigada é que briga ocorreu durante uma festa. No entanto, a motivação da discussão, que foi entre membros de duas aldeias distintas, não foi informada.

As vítimas feridas, que não tiveram os nomes informados, têm 30 e 60 anos e foram prontamente socorridas e levadas a uma unidade de saúde. A ocorrência foi registrada inicialmente pela Polícia Civil. O indígena assassinado teria dado golpes de facas nos outros dois feridos, desencadeando a confusão.

Um representante da Funai em Tangará da Serra compareceu junto a um indígena para registrar o boletim de ocorrência na Polícia Civil.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Vídeo flagra policial sendo espancado por grupo em Cuiabá
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

POLÍCIA

Hilux bate de frente com caminhão e quatro morrem em MT

Conforme informações das forças de segurança que atenderam a ocorrência, a camionete colidiu frontalmente com a carreta.

Publicados

em

Pedaços da camionete e dos corpos das vítimas ficaram espalhados pela vítima.

Um grave acidente envolvendo uma Hilux e um caminhão deixou quatro mortos na BR-364, próximo ao município de Comodoro (641 km de Cuiabá), nesta segunda-feira (04).

Conforme informações das forças de segurança que atenderam a ocorrência, a camionete colidiu frontalmente com a carreta. O acidente ocorreu na altura do quilômetro 1220.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as quatro vítimas fatais eram ocupantes da camionete. O motorista do caminhão ficou ferido com múltiplas fraturas e foi levado ao hospital.

O Corpo de Bombeiros, a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Civil e a Perícia Oficial de Identificação Técnica foram até o local e acompanhar o caso, que interditou a pista.

Nas imagens colhidas por populares, pouco após a tragédia, quando os corpos ainda estavam no asfalto, é possível ver um segundo caminhão parcialmente destruído, indicando que o acidente teve mais um veículo envolvido.

VEJA O VÍDEO (IMAGENS FORTES):

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Duas cidades de MT surgem entre as 30 mais violentas do país
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA