CUIABÁ

TUDO FILMADO

Homens furtam casa, levam cachorra e criam comoção em Cuiabá

A cadela da raça Lhasa Apso, de 10 anos, que atende pelo nome de Carlota, é castrada e precisa de cuidados especiais por problemas de pele.

Publicados

POLÍCIA

Um outro pet da família correu pela vizinhança, em meio a ação criminosa. A dona o reconheceu e desconfiou que sua casa tivesse sido invadida.

Câmeras de segurança flagraram três homens assaltando uma residência, na última quarta-feira (30), no Bairro Califórnia, em Cuiabá. Além dos eletrônicos, o trio levou o animal de estimação da família e criou uma comoção nas redes sociais.

Segundo a proprietária da casa, a professora Rúbia Soares, a cadela da raça Lhasa Apso, de 10 anos, que atende pelo nome de Carlota, é castrada e tem problemas de pele.

“Ela não serve pra criar e come comida especial, porque perde todos os pêlos e começa a abrir ferida”, explicou ela, temendo que o animal seja descartado pelos criminosos.

Rúbia conta que estava no trabalho quando uma vizinha compartilhou em um dos grupos de Whatsapp a foto de um outro cachorro perdido – que era o outro pet da família.

“Quando eu olhei aquela foto falei: ‘Esse aqui é o meu cachorro’. E se era o meu cachorro, a minha casa tinha sido arrombada. Aí eu corri pra lá”.

Nas imagens, é possível ver, logo no início, o cachorro fugindo dos criminosos. O animal correu até uma casa vizinha e despertou a atenção de um jardineiro.

Leia Também:  Mulher tem pescoço cortado por linha de pipa com cerol em MT

O homem questionou os criminosos, que negaram que o animal tivesse saído dali. “Eu imagino que eles ficaram com receio de ter chamado atenção demais e foram embora”, disse a moradora.

Os bandidos arrombaram o portão e a porta da residência, levando duas televisões e um notebook, além da pequena Carlota. Enquanto dois dos assaltantes recolhiam os eletrônicos da casa, o outro ficou dentro do carro.

A família já registrou um boletim de ocorrência sobre o caso e a Polícia Civil investiga o crime. Informações preliminares dão conta de que os mesmos criminosos fizeram outras vítimas na capital.

Veja:

Galeria de fotos

Carlota

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Mulher tem pescoço cortado por linha de pipa com cerol em MT

O genro relatou aos militares que a mulher estava conduzindo sua moto, chegando em casa, quando teve seu pescoço cortado

Publicados

em

Policiais militares fizeram rondas pela região do acidente, mas não identificaram o responsável pela linha com cerol

Maria das Graças Ferreira Araújo, de 57 anos, ficou gravemente ferida ao ter o pescoço cortado na tarde do último domingo (14), enquanto andava de moto, no bairro Porto Seguro, em Juara (709 km de Cuiabá).

Ela foi atingida por uma linha de pipa com cerol (material cortante com vidro). De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada pela equipe médica do Pronto-Socorro da cidade por volta das 15h.

No local, encontraram a vítima recebendo socorro médico. O genro relatou aos militares que a mulher estava conduzindo sua moto, chegando em casa, quando teve seu pescoço cortado pela linha de pipa com cerol.

Ela teve muito sangramento e foi socorrida às pressas até a unidade. A vítima recebeu atendimento médico e levou diversos pontos no pescoço.

Em entrevista ao site Show de Notícias, Maria das Graças afirmou que achou que iria morrer por conta do ferimento. Também contou que o médico lhe falou que faltou muito pouco para que o corte atingisse a sua veia artéria no pescoço, o que poderia ter sido fatal.

Leia Também:  Bando invade fazenda para roubar, é cercado e leva surra em MT

A Polícia Militar esteve no local onde a vítima foi atingida, mas não encontrou ninguém soltando pipas na região. O caso foi registrado e deve ser apurado pela Polícia Civil.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA