CUIABÁ

ALTA CILINDRADA

Investigador de Polícia Civil de MT morre em acidente de moto

Duas motocicletas de alta cilindrada, sendo uma pilotada pelo policial, trafegavam juntas e se tocaram, causando grave acidente

Publicados

POLÍCIA

Rogério Caldeira de Almeida, de 36 anos, era investigador na Delegacia de Polícia de Tabaporã, no interior do estado.

O servidor da Polícia Civil de Mato Grosso, Rogério Caldeira de Almeida, de 36 anos, morreu em um acidente envolvendo duas motos de alta cilindrada, no último sábado (16), na zona rural de Tabaporã (a 672 km Cuiabá).

Conforme a Polícia Civil, a colisão ocorreu na rodovia MT-410, zona rural do município de Tabaporã, onde duas motocicletas de alta cilindrada trafegavam juntas, sendo uma delas conduzida por Rogério.

No trajeto, os dois veículos se encostaram e ambos acabaram perdendo o controle das motocicletas e saindo da pista. Devido ao forte impacto, Rogério morreu ainda no local.

O segundo motociclista foi socorrido com vida e encaminhado para atendimento médico. Rogério trabalhava como investigador na Delegacia de Polícia de Tabaporã.

Por meio de nota, a Polícia Civil lamentou a morte do servidor e “externa condolências à família e amigos do investigador”. Nas redes sociais, familiares e amigos também lamentaram a morte.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Jovens chegam fora de hora e agridem funcionários de fast-food em MT
Propaganda

POLÍCIA

Jovem morre no interior de MT ao colidir com viatura da PM

Segundo informações colhidas no local do acidente, um caminhão Volvo parado de forma irregular atrapalhou a visão da motociclista

Publicados

em

Mônica Louisa de Paula, de apenas 22 anos, era de Primavera do Leste

Mônica Louisa de Paula, de apenas 22 anos, morreu no último final de semana, após bater sua Honda Biz em uma viatura Chevrolet S10 da Polícia Militar, em Primavera do Leste (231 km de Cuiabá).

Segundo informações colhidas no local do acidente, um caminhão Volvo parado de forma irregular atrapalhou a visão da condutora.

O condutor da viatura narrou que trafegava pela rua Olivério Porta, em velocidade compatível com a via, e ao se aproximar do cruzamento com a Avenida Goiás notou uma fila de caminhões estacionados na rua.

Um caminhão de reboque carregado de milho, estacionado de maneira ilegal, atrapalhava a visão dos condutores no cruzamento da avenida.

Com o impacto, a condutora da motocicleta caiu ao solo. Uma equipe do Serviço de Atendimento de Urgência Móvel (Samu) foi chamada e constatou o óbito da condutora da moto, que não resistiu aos ferimentos.

O motorista do caminhão foi localizado nas proximidades do acidente e optou por não prestar declarações acerca de sua infração, relatando apenas não ter presenciado o acidente.

Leia Também:  Jovem morre no interior de MT ao colidir com viatura da PM

Os condutores da viatura e do caminhão foram apresentados na delegacia. O caso será investigado pela Polícia Civil.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA