CUIABÁ

POLÍCIA

Jovem é torturado por quatro horas em casa abandonada de Rondonópolis

Publicados

POLÍCIA

Policiais militares da 14ª Companhia de Força Tática de Rondonópolis (212 km de Cuiabá) resgataram um rapaz que estava amarrado por cerca de quatro horas, dentro de uma casa abandonada, onde foi alvo de um “salve”. Ele apanhou e recebeu diversas ameaças de morte, com uma arma apontada para a cabeça.

Por fim, três criminosos foram presos, sendo que um deles é menor de idade. A ocorrência foi registrada no bairro Jardim Lourdes, em Rondonópolis, no último fim de semana. No boletim de ocorrência, o caso foi tratado como cárcere privado, tortura mediante sequestro e ainda corrupção de menores.

Conforme a vítima, que não teve a idade divulgada pela PM, mas todos os indícios apontam para um menor de 18 anos, enquanto esteve em poder dos criminosos, apanhou com pedaços de madeira e coronhada de revólver. As ameaças de morte eram feitas o tempo todo.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, o homem estava amordaçado com um lenço vermelho. Os criminosos o puniam, aplicando as regras de uma fação criminosa que atua dentro e fora dos presídios de Mato Grosso. Com a chegada de uma viatura ao imóvel abandonado, um primeiro suspeito tentou fugir pulando um muro, mas caiu e foi detido.

Leia Também:  Motoqueiros batem de frente e os dois morrem em Cuiabá

Aos militares, a vítima relatou que teve o cano de uma arma colocado dentro de sua boca enquanto um dos agressores ameaçava que ia matá-lo e enterrá-lo no fundo do quintal. Ele entregou os nomes de outros comparsas dos agressores, também envolvidos na sessão de ameaças e espancamento. Um deles, falava com um presidiário e recebia instruções de como agir no ato.

Uma das versões apresentadas pelo jovem que poderia “justificar” a situação, é que ele havia se envolvido numa briga há uma semana. No fim de semana, três suspeitos foram em sua residência e lhe convidaram para ir até um bar, perto da casa abandonada para onde ele foi levado à força e amarrado. A Polícia Civil investigará o caso.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Motoqueiros batem de frente e os dois morrem em Cuiabá

Rogério conduzia uma Fonda Fan e morreu ainda no local. Já Victor pilotava uma Honda Biz e morreu no Hospital Municipal de Cuiabá.

Publicados

em

Colisão ocorreu durante a madrugada e investigações ainda apontarão detalhes da ocorrência

Dois motociclistas morreram na madrugada desta sexta-feira (1) em um acidente no Bairro Ribeirão do Lipa, em Cuiabá.

As vítimas foram identificadas como Rogério Sidnei de Campos e Victor Hugo Santana Silva. Segundo a Polícia Civil, o acidente aconteceu na Avenida Mário Palma, por volta da 1h.

Rogério conduzia uma Fonda Fan e morreu ainda no local, antes da chegada do resgate. Já Victor pilotava uma Honda Biz e morreu após dar entrada no Hospital Municipal de Cuiabá.

Não há informações oficiais sobre a dinâmica do acidente, mas imagens já analisadas indicam que foi uma colisão frontal.

O asfalto da via onde ocorreu a tragédia estava esburacado, o que pode ter contribuído. As motocicletas foram destruídas com o impacto.

A Deletran (Delegacia Especializada de Delitos de Transito) esteve no local e investiga as circunstâncias do acidente.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Federal e Receita desmonta esquema de uso do ouro pra lavar dinheiro
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA