CUIABÁ

CHEGOU BALEADO

Mãe e filho são presos por confusão e desacato na UPA de Rondonópolis

Homem chegou baleado e médico pediu radiografia, antes de mexer no projétil, o que causou a fúria do paciente e sua mãe

Publicados

POLÍCIA

A mulher repetiu constantemente, inclusive para os policiais, que eles "não sabiam com quem estavam falando"

Uma mulher de 47 anos e o filho de 25 foram presos, nesta semana, depois de ameaçarem a equipe médica da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Jardim Santa Marta, em Rondonópolis (222 km de Cuiabá). Eles ainda desacataram os policiais e a mulher chegou a ameaçar a guarnição dizendo que eles não sabiam com quem estavam falando.

Segundo a ocorrência, a Polícia Militar foi acionada pela coordenação da unidade de saúde depois que um homem deu entrada com um ferimento na perna, que ele alegava ter sido provocado por disparo de arma de fogo. O médico então teria explicado que nesses casos é preciso fazer uma radiografia da perna antes de tentar retirar o projétil.

Diante da recusa do profissional em atendê-lo antes da realização do exame, o homem se exaltou, tentou agredir os profissionais com o seu capacete e começou a ameaçar a equipe da UPA. Quando os policiais chegaram, encontraram o acusado no corredor bastante alterado. Os agentes pediram para ele se acalmar, mas o homem partiu para cima da guarnição e precisou ser contido à força e algemado.

Leia Também:  Duas cidades de MT surgem entre as 30 mais violentas do país

Foi nesse momento que sua mãe, que o acompanhava, teria começado a incitar o filho contra os policiais e a equipe plantonista da UPA. No momento em que o filho foi algemado, ela mesmo partiu para cima dos policiais, desacatando e ameaçando os mesmos com a frase “vocês não sabem com quem estão falando”.

Assim que realizada a radiografia e constatado que o ferimento não tinha sido causado por arma de fogo e com a liberação do médico, os dois foram conduzidos para a delegacia de polícia. Eles vão responder por desacato, resistência, desobediência e ameaça.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Hilux bate de frente com caminhão e quatro morrem em MT

Conforme informações das forças de segurança que atenderam a ocorrência, a camionete colidiu frontalmente com a carreta.

Publicados

em

Pedaços da camionete e dos corpos das vítimas ficaram espalhados pela vítima.

Um grave acidente envolvendo uma Hilux e um caminhão deixou quatro mortos na BR-364, próximo ao município de Comodoro (641 km de Cuiabá), nesta segunda-feira (04).

Conforme informações das forças de segurança que atenderam a ocorrência, a camionete colidiu frontalmente com a carreta. O acidente ocorreu na altura do quilômetro 1220.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as quatro vítimas fatais eram ocupantes da camionete. O motorista do caminhão ficou ferido com múltiplas fraturas e foi levado ao hospital.

O Corpo de Bombeiros, a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Civil e a Perícia Oficial de Identificação Técnica foram até o local e acompanhar o caso, que interditou a pista.

Nas imagens colhidas por populares, pouco após a tragédia, quando os corpos ainda estavam no asfalto, é possível ver um segundo caminhão parcialmente destruído, indicando que o acidente teve mais um veículo envolvido.

VEJA O VÍDEO (IMAGENS FORTES):

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ajudar em investigação policial pode render até R$ 50 mil em MT
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA