CUIABÁ

TRAUMA ETERNO

Mulher tenta impedir "salve" em filho e é estuprada em MT

Vítima se prontificou a entregar item roubado pelo filho a membro de facção criminosa, mas aabou sendo abusada pelo mesmo

Publicados

POLÍCIA

Ele ainda ameaçou a mulher, exigindo que ela não avisasse a polícia.

Um homem de 37 anos foi preso na madrugada deste domingo (17), após ser acusado de estuprar uma mulher de 30 anos, dentro da casa onde ele morava no bairro Morada da Serra, em Cuiabá.

O criminoso seria integrante da facção Comando Vermelho (CV-MT), segundo informações iniciais repassadas pela polícia. O caso foi registrado por volta das 01h, segundo o boletim de ocorrência.

Ainda segundo o documento, a vítima contou que o filho tinha furtado câmeras de segurança do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) do bairro. Com medo de que o jovem sofresse alguma retaliação da facção, ela entrou em contato com um homem apontado como o “Disciplina” da organização criminosa.

Este homem, que seria o responsável pela análise de conduta dos faccionados, foi o meio encontrado pela vítima para devolver os objetos subtraídos pelo filho.

O referido teria dito para que ela fosse até a sua casa, onde as câmeras deveriam ser entregues e, em troca, ela receberia uma cesta básica e a segurança de que o rapaz não levaria nenhum “salve”.

Leia Também:  Grávida bate moto em caminhão e morre no interior de MT

Entretanto, quando ela chegou no local, foi agarrada pelo braço e levada para o quarto do bandido, onde foi estuprada. Após o crime, ele liberou a mulher e a ameaçou dizendo que se a polícia fosse acionada ele a mataria.

A vítima voltou para casa em estado de choque, contou para os familiares o que tinha acontecido e eles então acionaram a Polícia Militar. Os militares foram até a casa do denunciado e o prenderam. Diante dos fatos, todos foram encaminhados para a Delegacia da Mulher para as providências cabíveis.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Grávida bate moto em caminhão e morre no interior de MT

No hospital, Maira passou por uma cesariana de emergência, já que estava grávida de oito meses, mas, assim como a criança, não resistiu

Publicados

em

O caso, envolvendo a garota, de apenas 20 anos, chocou toda uma cidade.

A jovem Maira Brito Silva, de 20 anos, morreu na última terça-feira (16) em um acidente em Pontes e Lacerda (444 km distância de Cuiabá). Ela estava grávida de oito meses e o bebê também não resistiu.

De acordo com o registro da Polícia Civil, o acidente aconteceu às 6h40 no Bairro Morada da Serra, enquanto a jovem ia para o serviço. Maira estava em uma moto Honda CG 150 Fan que colidiu com um caminhão.

O condutor relatou à Polícia que foi para o acostamento, olhou para os retrovisores e não viu nenhum veículo. Ao fazer a manobra para uma rotatória, ouviu um barulho e viu que algo tinha colidido no caminhão. Ao descer, viu que se tratava de Maira.

O motorista acionou o Corpo de Bombeiros, que realizou os primeiros socorros e encaminhou a jovem para a Santa Casa do Município. No hospital, Maira passou por uma cesariana de emergência, já que estava grávida de oito meses, contudo, não foi possível salvá-la, bem como a criança.

Nas redes sociais, amigos lamentaram a morte precoce da jovem. “Perdi você, perdi minha sobrinha… te amo, irmã”, escreveu um. “Descansa em paz, Maira Brito. Estou até agora sem acreditar”, disse outra.

O corpo da jovem e do bebê foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML). Não há informações sobre velório e sepultamento. A Polícia Civil investiga o caso.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Motorista de App de 38 anos morre durante serviço em MT
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA