CUIABÁ

ENCURRALADOS

Operação cerca quadrilha especializada em assaltar residências em MT

Os bandidos costumavam a invadir as casas e com apoio externo agiam para extrair o máximo de dinheiro possível das vítimas por PIX e cartões

Publicados

POLÍCIA

Durante o cumprimento das buscas, os policiais chegaram a uma chácara onde estavam carros que são peças chave da investigação

A Polícia Civil deflagrou, nesta segunda-feira (09), a primeira fase da Operação “Ana Mkhauir”, contra ladrões que estão agindo em Campo Verde, especializados em roubar residências.

Foram cumpridos sete mandados judiciais, sendo uma prisão preventiva e seis buscas e apreensão contra alvos investigados pela Delegacia da Polícia Civil do município.

Os policiais civis localizaram dois veículos, um Fiat Uno usado no crime, e um VW Jetta, também utilizado em outro roubo.

Uma mulher de 22 foi presa preventivamente por envolvimento nos crimes. Conforme a investigação conduzida pelo delegado Philipe de Paula Pinho, a suspeita utilizava um documento falso em nome de outra pessoa para receber as transações bancárias que foram feitas com cartões das vítimas.

Crime

Um dos crimes apurados pela Delegacia de Campo Verde foi registrado no dia 16 de abril. As vítimas foram surpreendidas dentro de casa por três criminosos armados, que as renderam e agrediram.

Depois, o trio fugiu levando vários objetos da casa em um veículo Corolla. Os criminosos saíam e retornavam por diversas vezes à residência, sempre mantendo contato com terceiros por meio de videochamadas, quando foram orientados a utilizar os cartões das vítimas e também fazer transferências bancárias.

Leia Também:  Avaliador oficial do TAF teria beneficiado clientes de sua academia em MT

Foram transferidos aproximadamente R$ 15 mil das contas das vítimas e levado um Toyota Corolla. Depois de cometer o roubo, o trio deixou as vítimas amarradas e trancadas em um banheiro da casa.

As vítimas declararam que sofreram uma sequência de torturas, ameaças, agressões quando os suspeitos realizaram as transações bancárias via Pix e também com o uso de cartão de crédito.

Durante as diligências para esclarecer o crime e identificar os autores do roubo, os investigadores conseguiram imagens de câmeras de segurança que mostraram a chegada dos suspeitos nas proximidades da casa das vítimas.

Os policiais civis também conseguiram chegar à identificação das contas beneficiárias que receberam os valores transferidos das vítimas. Desta forma, os policiais chegaram à suspeita presa neste início de semana, que usou documentos falsos para a conta bancária.

A investigação levantou também o trajeto feito pelo veículo usado pelos criminosos (Fiat Uno), que saiu de Campo Verde e seguiu até Cuiabá, retornando pouco tempo depois.

Buscas

Durante o cumprimento das buscas, os policiais chegaram a uma chácara, no Bairro Recanto do Bosque II, onde foram localizados o Fiat Uno e o VW Jetta.

Leia Também:  Pastor acusado de estuprar fieis e passar "óleo ungido" depõe em MT

O delegado Phillipe explica que a investigação prossegue para chegar aos demais envolvidos no roubo.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Tio põe fogo em casa de sobrinho por conta de dívida em Cuiabá

A esposa do devedor diz que mesmo sabendo que ela estava dentro da casa, com a filha de 7 anos, o tio ateou o fogo e fez ameaça.

Publicados

em

A Polícia tentou localizar o suspeito, mas até o momento não o encontrou

A Polícia está procurando um homem acusado de atear fogo na casa do sobrinho, onde estava a esposa dele, de 31 anos e a filha, de 7.

O crime aconteceu ontem (21), no Residencial Sampaio, em Cuiabá, motivado por uma dívida que o sobrinho tem com o tio.

De acordo com as informações, Polícia Militar foi acionada por volta das 10h40 para atender um crime de incêndio e tentativa de homicídio. Quando chegou no local encontrou a casa pegando fogo.

Mesmo com o Corpo de Bombeiros no caminho, os policiais ajudaram a apagar as chamas, que foi controlada. Os bombeiros fizeram o rescaldo do local. A vítima, de 31 anos, contou que estava em casa quando o fogo começou.

Segundo ela, o autor do crime é tio do seu marido. Ele foi motivado por uma dívida que o marido tem com ele. Mesmo sabendo que ela estava dentro da casa com a filha de 7 anos, ele ateou o fogo.

Polícia saiu em rondas, mas não encontrou o suspeito. Foi informado ainda que o suspeito ameaçou, na próxima vez, atear fogo no veículo do sobrinho.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Cliente surta, pega faca e persegue vendedores e dono de loja em MT
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA