CUIABÁ

PODER PARALELO

Polícia descobre cemitério de vítimas de facção no interior de MT

De acordo com a Politec, os corpos tinham sinais de tiro na cabeça e buracos nas roupas, indicando também facadas

Publicados

POLÍCIA

Até uma retroescavadeira foi utilizada para ajudar nas investigações. FOTO - Jornal Paranatinga em Destaque

Um cemitério clandestino foi encontrado pela Polícia Civil em Paranatinga, a 411 km de Cuiabá, ontem (24), em uma área afastada da cidade.

A suspeita é que o local era usado para esconder os corpos das vítimas de homicídios cometidas por uma facção criminosa que atua no estado.

Para encontrar os corpos, os policiais e peritos da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) usaram uma máquina retroescavadeira e um detector de metais.

Os investigadores chegaram até o local depois de uma denúncia anônima. A informação era de que quatro corpos estavam enterrados na região, mas, a princípio, apenas dois foram localizados.

Investigadores usaram detectores de metais para localizar corpos — Foto: Jornal Paranatinga em Destaque

Investigadores usaram detectores de metais para localizar corpos — Foto: Jornal Paranatinga em Destaque

De acordo com a Politec, os corpos tinham sinais de tiro na cabeça e buracos nas roupas, que podem indicar que as vítimas também foram atingidas por golpes de faca.

O delegado Eric Martins disse que a área foi usada como cemitério clandestino para execuções cometidas por uma facção que atua na cidade e que as vítimas eram pessoas que moravam em Paranatinga.

A identificação dos corpos, no entanto, ainda não foi divulgada. Até agora, ninguém foi preso, mas a polícia afirmou que está com um boletim de ocorrência aberto para investigar esse caso.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Namorada de agente morto por Pacolla desmente versão de vereador
Propaganda

POLÍCIA

Pai morre, mãe e bebê são internadas após colisão com carreta na 163

A perícia preliminar identificou que o veículo na família colidiu com o caminhão quando este trafegava na pista contrária

Publicados

em

Homem de 29 anos chegou ser socorrido com vida, mas morreu no hospital.

Um homem identificado como Wallyson Vinicius Bellon, de 29 anos, morreu ontem (5), após uma colisão entre sua camionete Mitsubishi com uma carreta na BR-163, em Lucas do Rio Verde (a 353 km de Cuiabá).

Além da vítima, sua esposa Nathalia França e a filha do casal, uma bebê, também estavam no carro. As duas foram socorridas e seguem internadas em uma unidade de saúde do Município.

Segundo a Rota do Oeste, que atendeu a ocorrência, a família ocupava um utilitário Mitsubishi branco que bateu no caminhão na altura do Km 666.

As causas do acidente ainda são apuradas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). No entanto, a perícia preliminar identificou que o veículo na família colidiu com o caminhão quando este trafegava na pista contrária e se preparava para entrar em uma fazenda.

A violência da batida destruiu a parte frontal do Mitsubishi, mas a família foi socorrida com vida. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital São Lucas e a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Município.

Leia Também:  Motorista bêbado mata menina de 25 anos em Mato Grosso

Apesar de ter sido socorrido, Wallyson não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA