CUIABÁ

POLÍCIA

Polícia fecha o cerco e captura mais três criminosos fugitivos de Água Boa

Publicados

POLÍCIA

Mais três bandidos, que fugiram da Penitenciária Major PM Zuzi Alves da Silva, em Água Boa (730 km de Cuiabá), no dia 3 de janeiro, foram recapturados no fim da tarde de ontem (14) por policiais militares e penais.

De acordo com informações da Polícia Militar, eles estavam na área rural de Canarana (823 km de Cuiabá), próximo da divisa com Ribeirão Cascalheira (900 km de Cuiabá).

Os criminosos foram identificados como Maykon José Cohgi, Gederlan da Silva Souza e Joab da Silva Pontes. Com o retorno dos três para prisão, agora seguem as buscas por outros sete do total de 14 foragidos.

Outros três já haviam sido recapturados no dia 10 e um morto dois dias depois, quando decidiu trocar tiros com a polícia.

Entre os três mais recentemente reconduzidos, Maykon é condenado por tráfico de drogas; Gederlan estava preso por roubo, receptação, homicídio qualificado e posse ilegal de arma de fogo, enquanto Joab era acusado de homicídio qualificado, ocultação de cadáver, ameaça e furto.

Leia Também:  Dupla que matou homem em barbearia de MT vingava morte de irmão

Fuga

Os presos fizeram um túnel no raio Azul da Ala 1, saindo do banho de sol, até fora da galeria, chegando ao muro do local. Eles deixaram um bilhete na cela pedindo “perdão” ao plantonista.

Na ocasião, 14 bandidos conseguiram fugir. Eles são acusados de crimes como homicídio, roubo, furto, associação criminosa, entre outros.

Equipes do Batalhão da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam) de Cuiabá, Polícia Militar da região, Polícia Civil e Polícia Penal continuam as buscas para encontrar os outros oito fugitivos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Jovem morre no interior de MT ao colidir com viatura da PM

Segundo informações colhidas no local do acidente, um caminhão Volvo parado de forma irregular atrapalhou a visão da motociclista

Publicados

em

Mônica Louisa de Paula, de apenas 22 anos, era de Primavera do Leste

Mônica Louisa de Paula, de apenas 22 anos, morreu no último final de semana, após bater sua Honda Biz em uma viatura Chevrolet S10 da Polícia Militar, em Primavera do Leste (231 km de Cuiabá).

Segundo informações colhidas no local do acidente, um caminhão Volvo parado de forma irregular atrapalhou a visão da condutora.

O condutor da viatura narrou que trafegava pela rua Olivério Porta, em velocidade compatível com a via, e ao se aproximar do cruzamento com a Avenida Goiás notou uma fila de caminhões estacionados na rua.

Um caminhão de reboque carregado de milho, estacionado de maneira ilegal, atrapalhava a visão dos condutores no cruzamento da avenida.

Com o impacto, a condutora da motocicleta caiu ao solo. Uma equipe do Serviço de Atendimento de Urgência Móvel (Samu) foi chamada e constatou o óbito da condutora da moto, que não resistiu aos ferimentos.

O motorista do caminhão foi localizado nas proximidades do acidente e optou por não prestar declarações acerca de sua infração, relatando apenas não ter presenciado o acidente.

Leia Também:  Cachorro do Bope encarga carga de cocaína de R$ 5 milhões em MT

Os condutores da viatura e do caminhão foram apresentados na delegacia. O caso será investigado pela Polícia Civil.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA