CUIABÁ

TROCADA POR AREIA

Policiais de MT teriam sumido com 600 kg de droga apreendida

Em nota publicada nesta sexta-feira (22), a PJC revelou que a Corregedoria percebeu que os lacres dos invólucros da droga foram violados

Publicados

POLÍCIA

Até o momento, ninguém foi preso ou afastado de suas funções. FOTO / Mayke Toscano

A Polícia Judiciária Civil (PJC) de Mato Grosso investiga o “sumiço” de drogas que seriam incineradas na última terça-feira (19). Os entorpecentes foram apreendidos pela Delegacia Especializada de Fronteira, em Cáceres (222 KM de Cuiabá).

Informações obtidas pelo site FOLHAMAX, apontam que cerca de 600 quilos de drogas foram substituídos por areia. Os policiais que foram fazer a incineração da droga perceberam porque a pasta base de cocaína é dura e os invólucros com areia estavam “inconsistentes”.

Em nota publicada nesta sexta-feira (22), a PJC revelou que a Corregedoria do órgão percebeu que os lacres dos invólucros que continham as drogas apreendidas, e que seriam incineradas, estavam “violados”. Após verificar se os entorpecentes ainda se encontravam nas embalagens, a Politec constatou que “houve a substituição, de parte do material apreendido, por outro de espécie diferente”.

“A Corregedoria-Geral da Polícia Civil foi comunicada que durante a incineração de drogas realizada pela Delegacia Especializada de Fronteira, na última terça-feira (19), em Cáceres, foi constatado que alguns lacres dos entorpecentes estavam violados. Após a realização da perícia pela Politec nos invólucros plásticos foi concluído que houve a substituição, de parte do material apreendido, por outro de espécie diferente”, diz a nota.

“A Corregedoria, com apoio da Gerência de Operações Especiais da Polícia Civil, foi para Cáceres e deu início à correição extraordinária e inspeção do depósito onde estão custodiados outros invólucros plásticos lacrados, a fim de verificar a procedência das informações e tomar as medidas investigativas criminais e administrativas cabíveis”, informa ainda a PJC em nota.

Leia Também:  Taxista consegue escapar de assalto com faca no pescoço em MT

A publicação não detalha os tipos de drogas, nem a quantidade dos entorpecentes, que “sumiram”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Hilux bate de frente com caminhão e quatro morrem em MT

Conforme informações das forças de segurança que atenderam a ocorrência, a camionete colidiu frontalmente com a carreta.

Publicados

em

Pedaços da camionete e dos corpos das vítimas ficaram espalhados pela vítima.

Um grave acidente envolvendo uma Hilux e um caminhão deixou quatro mortos na BR-364, próximo ao município de Comodoro (641 km de Cuiabá), nesta segunda-feira (04).

Conforme informações das forças de segurança que atenderam a ocorrência, a camionete colidiu frontalmente com a carreta. O acidente ocorreu na altura do quilômetro 1220.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as quatro vítimas fatais eram ocupantes da camionete. O motorista do caminhão ficou ferido com múltiplas fraturas e foi levado ao hospital.

O Corpo de Bombeiros, a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Civil e a Perícia Oficial de Identificação Técnica foram até o local e acompanhar o caso, que interditou a pista.

Nas imagens colhidas por populares, pouco após a tragédia, quando os corpos ainda estavam no asfalto, é possível ver um segundo caminhão parcialmente destruído, indicando que o acidente teve mais um veículo envolvido.

VEJA O VÍDEO (IMAGENS FORTES):

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Motorista bêbado mata menina de 25 anos em Mato Grosso
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA