CUIABÁ

CIDADES

Comissão de Segurança da ALMT discute a integração entre as forças de segurança do MT

Publicados

CIDADES

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) participou da 3° Reunião Ordinária da Comissão de Segurança Pública e Comunitária, nesta quarta-feira (22), às 14h, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), para discutir a possibilidade de integração entre as polícias do estado de Mato Grosso. Estiveram presentes para discutir o assunto, o Superintendente Regional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Francisco Élcio Lucena, tenente coronel da Polícia Militar e coordenador do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública de Mato Grosso (CIOSP – MT), Sizieboro Elvis de Oliveira Barbosa e tenente coronel do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), Fábio Ricas de Araújo.

A pauta apresentada foi uma solicitação do Delegado Claudinei, após reunião realizada com o superintendente da PRF, no dia 8 de maio, que apresentou a importância da comunicação integrada entre as polícias civis, militares e federais que vai tornar os trabalhos da área da segurança pública favoráveis para o combate à criminalidade. Também, foi discutido a possiblidade de firmar futuros convênios, termos de parcerias e cooperação, com a doação de armas e veículos que não são mais utilizados pela instituição para outras entidades da segurança pública.

Para Francisco Lucena que assumiu a superintendência da PRF a cerca de 60 dias, conta que primeiramente teve contato com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP-MT) para tratar das principais diretrizes para o devido encaminhamento da integração entre as forças de segurança pública. “Fizemos algumas proposituras e é preciso que os deputados façam uma avaliação jurídica para consolidá-los. A polícia rodoviária está propondo uma queda de paradigma, buscamos uma integração total, como compartilhar a tecnologia e, principalmente, na questão de operações”, explica.

Leia Também:  Fávaro deixa Senado Federal para tentar eleger Neri

Armas e Viaturas – O superintendente pontua que estão disponíveis 375 armas que são utilizados por policiais militares e civis e destaca que o Exército Brasileiro já está com este armamento para a devida destinação. “Fizemos uma reunião com a SESP-MT e depois fizemos com os deputados para que pudéssemos fazer estes encaminhamentos. A polícia não tem a competência para fazer essa doação. Primeiro passa pelo pedido do Estado e depois é feito uma ciência por departamento, mas quem faz essa transferência é o Exército Brasileiro. Então, já fizemos o encaminhamento burocrático e físico à essa instituição”, esclarece Lucena.

Em relação às viaturas, Francisco conta que são 150 viaturas utilizadas pela PRF e que são praticamente 23 Unidades Operacionais espalhadas em todo o estado de Mato Grosso. “Decidimos fazer uma doação para Estado, por meio de convênio para transferência de bens. Neste sentido, já temos 40 viaturas disponíveis para serem doadas para ajudar o Estado com as Unidades que não tem viaturas”, ressalva.

“A segurança pública precisa de uma atenção especial. O superintendente informou que a média de armas disponíveis e que foram trocadas por outros tipos de pistolas. A gente o convidou para estar aqui hoje, para verificarmos a possibilidade de firmarmos um convênio para os devidos repasses. Também, as viaturas a serem repassadas, vão contribuir com os policiais atuantes nas áreas rurais que sofrem muito, pois precisam de carros altos, tanto que fui informado que existem viaturas de cinco anos de uso e estão bem conservadas”, posiciona Delegado Claudinei que é o vice-presidente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária.

Leia Também:  Mauro Mendes se blinda e diz que venda de vagões do VLT é "fofoca"

Radiocomunicadores – Na oportunidade, também foi apresentado toda a metodologia da implantação da rede de radiocomunicação digital nos municípios do Estado. Este instrumento já conta com termo de cooperação junto à SESP-MT, há cerca de quatro anos, com um investimento de R$ 45 milhões. Ele explicou que ao longo da rodovia, a cada 50 km tem uma antena e que as rodovias que cortam 40 municípios, representam 75% do PIB (Produto Interno Bruto).

Ele pontuou que é preciso parceria com os municípios para a instalação das antenas que estão disponíveis na PRF, como, também, as prefeituras deverão adquirir os radiocomunicadores que é um investimento de baixo custo. O sistema é uma rede segura e que não há chances de ter a invasão por parte do crime organização para acompanhar o trabalho da polícia, esclarece Francisco.

A reunião contou com a presença dos deputados estaduais e membros da Comissão de Segurança, Elizeu Nascimento (DC), João Batista (PROS) e Ulysses Moraes (DC).

A Polícia Rodoviária Federal é uma instituição que é subordinada ao Ministério da Segurança Pública que garante a segurança nas rodovias federais, sendo que conta com 27 superintendências pelo país.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

CIDADES

Com emenda de R$ 300 mil de Claudinei, distrito de Vale Rico terá uma quadra poliesportiva

O deputado destinou R$ 300 mil para a construção de quadra poliesportiva, com a contrapartida da outra parte do valor pelo prefeito de Guiratinga

Publicados

em

O deputado estadual Delegado Claudinei (PL) atendeu o grande anseio dos moradores do distrito de Vale Rico, localizado em Guiratinga, que almejavam ter uma quadra poliesportiva para a prática esportiva de crianças e jovens e realização de eventos. Ele garantiu uma emenda no valor de R$ 300 mil para a construção do espaço e que, também, contará com a contrapartida da outra parte do valor pelo prefeito municipal, Waldeci Barga Rosa (UB).

O parlamentar chegou a visitar o distrito, em janeiro de 2021, junto com o gestor municipal e a vereadora Fabiana Rocha (UB) e se deparou com a situação precária da quadra utilizada pela comunidade local. “Neste dia, me comprometi a buscar alternativas junto aos gestores municipais e contribuir com melhorias na infraestrutura deste distrito. E ainda mais, soube que era um grande anseio dos moradores e me sinto realizado de estar ajudando nesse desejo. Em breve terão um espaço para o esporte e lazer”, posicionou Claudinei.

Fabiana conta que o distrito de Vale Rico possui uma média de 450 habitantes. “É uma região que tem uma população bastante carente e esquecida. A gente procura ajudar o distrito e vê a necessidade de incentivar os jovens a estarem praticando o esporte, participando de campeonatos e ter o lazer merecido, algo que não tinham, pois não havia uma estrutura boa. E o novo espaço também poderá ser utilizado para outros meios, como na promoção de eventos. Será bem amplo”, comentou a vereadora.

Leia Também:  Medeiros manda mais de R$ 43 milhões para Santa Casa de MT

Localização – O município de Guiratinga fica a uma distância de aproximadamente 110 km de Rondonópolis. Em relação ao distrito de Vale Rico, é de cerca de 60 km.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA