CUIABÁ

Educação

Comissão se reúne e Thiago Silva cobra melhorias para Unemat Rondonópolis

Publicados

Educação

Unemat está em 45 dos 141 municípios mato-grossenses, possui 13 campus, 17 núcleos pedagógicos e 24 polos educacionais de ensino à distância.

A Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura e Desporto, presidida pelo deputado Thiago Silva (MDB) teve a presença na tarde dessa quarta-feira (03), do reitor da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Rodrigo Bruno Zanin, que participou da reunião ordinária da comissão.

Thiago Silva cobrou da Unemat um demonstrativo de como a instituição tem aplicado , o percentual de 2,5% da receita corrente líquida destinada à manutenção e desenvolvimento da instituição, conforme previsto no Artigo 246, inciso VI da Constituição do Estado de Mato Grosso, bem como a expansão de cursos e campus da Unemat.

Durante a apresentação, Zanin explicou que a Unemat está em 45 dos 141 municípios mato-grossenses. A entidade possui 13 campus, 17 núcleos pedagógicos e 24 polos educacionais de ensino à distância.

São cerca de 23 mil acadêmicos atendidos em 60 cursos presenciais e em outros 129 cursos ofertados em modalidades diferenciadas. A Unemat ainda conta com quatro doutorados institucionais, quatro doutorados interinstitucionais (Dinter), três doutorados em rede, 11 mestrados institucionais, um mestrado interinstitucionais (Minter) e cinco mestrados profissionais.

Leia Também:  MPF pede 60 anos de prisão a ex-secretário de Mauro Mendes

“A Unemat é importante para o desenvolvimento de Mato Grosso. Ela representa o patrimônio do povo mato-grossense e está nos lugares mais distantes”, disse o reitor.

Thiago cobrou à construção do campus de Rondonópolis que funciona como núcleo de Alto Araguaia e ainda a manutenção de uma turma regular de direito, que atualmente funciona como turma especial. Uma das propostas do deputado é vincular por meio de Lei, que os 2,5% sejam utilizados prioritariamente na expansão, novos cursos e construção de novos campi atendendo o município. “Já antecipo que quando as emendas forem liberadas vou destinar para a Unemat”, disse.
Por outro lado, o reitor deixou claro que a Unemat não vai sair de Rondonópolis. “Não existe essa possibilidade,”, disse.

Unemat
Lideranças somam forças em prol das obras da sede da Unemat de Rondonópolis

O deputado Wilson Santos (PSDB) , Valdir Barranco (PT) que fazem parte da comissão participaram da reunião que contou ainda com a presença dos os deputados Lúdio Cabral (PT), Sebastião Rezende (PSC), Delegado Claudinei (PSL), Dr. João (MDB) e Romoaldo Junior (MDB), além do secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Nilton Borgato.

Leia Também:  ALMT entram na Justiça para barrar 22,5% de aumento da Energisa

A reunião desta quarta-feira (03) contou também com professores, estudantes e classe acadêmica de Rondonópolis, e os vereadores Reginaldo Santos, Silvio Negri e Sidnei Fernandes, além do prefeito de Paranatinga, Marquinhos do Dedé.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

CIDADES

Governo de MT suspende retorno das aulas presenciais

Publicados

em

O governo estadual voltou atrás na decisão da retomada das aulas presenciais, marcada para começar no dia 7 de junho, e decidiu, na tarde de ontem (28), suspender o retorno das aulas na modalidade híbrida até o dia 16 de julho.

De acordo com o secretário de Educação, Alan Porto, as aulas vão continuar na modalidade não presencial até o fim deste semestre. O alto índice de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a volta do crescimento de casos e mortes, com o início da terceira onda da Covid-19, foram os principais motivos para a suspensão, que foi definida em reunião com o governador Mauro Mendes.

Também foi considerado o início da vacinação dos profissionais da educação. A previsão é que, após o recesso escolar do meio do ano, em agosto, os alunos retornem na modalidade híbrida, quando os servidores já devem estar imunizados.

COMENTE ABAIXO:

Leia Também:  Emanuelzinho quer R$ 20 mil de Abílio por postagem com sua foto
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA