CUIABÁ

AGRO

Deputado vistoria MT-100 e pede urgência da SINFRA na recuperação da via

Publicados

AGRO

O parlamentar Thiago Silva cobra Mauro Mendes sobre a situação precária de importante via de escoamento da produção

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) se reuniu, neste final de semana, com o governador Mauro Mendes para debater a situação da MT-100, principalmente com relação ao trecho entre Alto Araguaia e Alto Taquari na região Sudeste do Estado.
A rodovia é uma importante alternativa para o escoamento da safra e de transporte terrestre pois está nas proximidades das divisas com Goiás e Mato Grosso do Sul, mas vive com grandes problemas de buracos e trafegabilidade.
O deputado, em conversa com o governador, durante a audiência pública para debater a implantação e os impactos ambientais para instalação de Industria de celulose na região, reivindicou, a notificação da empresa Via Brasil que ganhou a licitação da concessão da MT da rodovia, para que o serviço de recuperação da rodovia tenha início de forma imediata. “A população está sofrendo e muito com as condições precárias da rodovia, pacientes que moram em Alto Taquari tem que vir em Rondonópolis até três vezes por semana para fazer hemodiálise e não aguentam mais. Além disto a MT-100 é uma rodovia de suma importância para transporte da produção local, e isto tem prejudicado o desenvolvimento da região”, disse o parlamentar.
Mauro Mendes, no entanto, fez o compromisso de reforçar a cobrança para que a empresa inicie os trabalhos com urgência.
Recentemente o deputado apresentou indicação na Assembleia pedindo providências e chegou a se reunir secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Padeiro, para debater o assunto. “Não pode ficar desse jeito essa rodovia, ela é muito importante não somente para Taquari mas para todo o Estado, acredito que o governador ciente do assunto vai cobrar providências”, encerrou Thiago.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Com o caixa "bufando", Governo de MT quer emprestar dinheiro do BID
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

AGRO

MT aumenta área plantada de soja, mas deve produzir menos

Por fim, a produção total para a próxima colheita ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

Publicados

em

Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, menos que 2021. FOTO - Exame/Alexis Prappas

A área aguardada de soja para a próxima temporada no estado de Mato Grosso (safra 2022/23) ficou projetada em 11,13 milhões de hectares, incremento de 2,55% em relação à safra 2021/22.

A ampliação inicial está pautada pela valorização do preço da oleaginosa, demanda aquecida e o momento de preços favoráveis dos subprodutos da soja, o que motivou alguns produtores a fazerem a conversão de áreas de pastagens para agricultura, principalmente em regiões onde a pecuária predomina — Nordeste, Noroeste e Norte.

A informação foi divulgada, nos últimos dias, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), no boletim semanal da soja. Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, o que representa 1,26% abaixo em relação ao rendimento da safra 2021/22.

Apesar do recuo na estimativa, neste primeiro momento as projeções ficam limitadas,
devido a alguns pontos que podem impactar no decorrer da safra, como: condições climáticas e incertezas de investimento devido ao alto custo de produção.

Por fim, a produção total ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

COMENTE ABAIXO:

Leia Também:  Com destaque, três mulheres de Rondonópolis miram a Câmara Federal
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA