CUIABÁ

ALINHADO

Emanuel cita compromisso com MDB e descarta apoio a Lula

Prefeito da capital encheu Simone Tebet, pré-candidata do seu partido à Presidência, de elogios e demonstrou alinhamento com o MDB

Publicados

POLÍTICA

Ao lado de Carlos Bezerra, Pinheiro foi anfitrião da vinda recente de Tebet ao estado.

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) descartou, neste início de semana, que vá apoiar a candidatura do ex-presidente Lula (PT), na disputa pelo Palácio do Planalto nas eleições de outubro. Ele explicou que tem compromisso partidário e que irá seguir o que for definido pelo Movimento Democrático Brasileiro.

Em maio, o MDB lançou a pré-candidatura da senadora Simone Tebet para a presidência. Ela foi a aposta do partido, em conjunto com o Cidadania, para ser a terceira via no pleito.

Nos bastidores da política, correu a informação de que Emanuel já teria se reunido com a cúpula do Partido dos Trabalhadores, inclusive, com o próprio Lula, para tratar da suposta aliança.

Emanuel, entretanto, explicou que o MDB trabalha o nome de Tebet e que ele irá honrar o compromisso, priorizando seu compromisso partidário.

“Na verdade, eu sou MDB né. Meu partido tem uma pré-candidata à presidência da República, que, aliás, é uma excelente candidata, preparada, qualificada, competente, que é a senadora Simone Tebet”, disse, ao RepórterMT.

“Eu, inclusive, fui anfitrião da vinda dela a Cuiabá, na visita dela a Mato Grosso, onde ela empolgou bastante a base, as militâncias e a sua pré-candidatura está em construção coordenada pela direção nacional do MDB, então, eu tenho esse compromisso partidário”, acrescentou prefeito.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Janaína diz que candidatura de Márcia é subterfúgio de Emanuel
Propaganda

POLÍTICA

Mauro vê plágio em plano de Governo de Márcia e Emanuel ironiza

Grupo de oposição quer colocar em prática aquilo que o governador, enquanto candidato, teorizou e nunca entregou

Publicados

em

Emanuel é o coordenador da campanha de Márcia e vai explorar os desgastes do atual gestor para dar fôlego ao projeto oposicionista. FOTO - Marcus Vallant GD

A candidata a governadora de Mato Grosso, Márcia Pinheiro (PV), rebateu a acusão de que seu plano de governo é plágio das propostas apresentadas por Mauro Mendes (UB), nas eleições de 2018.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), coordenador da campanha de Márcia, disse que as propostas descritas no Plano de Governo de Marcia atendem exatamente a necessidades universais não cumpridas pela atual gestão do Estado.

Dentre os pontos, cita o pagamento da Revisão Geral (RGA) e a valorização dos servidores públicos. “Não se trata de nenhum demérito. É uma questão de redação. E se o gestor atual não conseguiu cumprir o que havia prometido, é uma necessidade do povo, vai constar no Plano de Governo”, Emanuel Pinheiro (MDB).

A coordenação da campanha a reeleição de Mauro apontou que 23 compromissos protocolados na Justiça Eleitoral em 2018 pelo então candidato e atual governador Mauro Mendes (UB) foram plagiados, na íntegra, pela candidata de oposição Márcia Pinheiro (PV), em seu Plano de Governo das eleições de 2022.
No total, 71 propostas de Mauro em 2018 foram alvo de “inspiração” para a primeira-dama de Cuiabá, sendo 23 integralmente copiadas. De acordo com Emanuel, “o fato de serem propostas idênticas ou semelhantes deve-se, exclusivamente, a inoperância da atual gestão que não cumpre o que promete. E, logicamente, o debate deve ser retomado. Se é uma necessidade da população, o assunto retornará a pauta”, asseverou.

Leia Também:  Petista acusado de desvio milionário e assédio é suplente de Neri

Quanto à entrega do novo hospital municipal de Cuiabá , o coordenador lembra que foi a gestão Emanuel Pinheiro quem finalizou e entregou à população de todo estado o maior e mais moderno hospital de Cuiabá, obra que foi prometida pelo então prefeito Mauro Mendes e que não foi entregue.

Hoje, em razão da desassistência da saúde no interior do Estado, o novo pronto-socorro é a referência a milhares de moradores de Mato Grosso e a citação à construção, descrita no Plano de Governo, trata-se de um erro da equipe redatora e será devidamente corrigido.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA