CUIABÁ

DO MDB

Emanuelzinho surge no topo de pesquisa para Câmara Federal

Segundo a Percent, o filho do prefeito de Cuabá, Emanuel Pinheiro (MDB), lidera a disputa com 6,1% das intenções de votos.

Publicados

POLÍTICA

Com 27 anos, jovem parlamentar deve ser o puxador de votos do MDB, que deve fazer dois no pleito. FOTO - Gilberto Leite - Estadão Mato Grosso

Se as eleições para escolha dos 513 parlamentares do Congresso Nacional fossem hoje (4), o deputado federal, Emanuelzinho Pinheiro Neto (MDB), provavelmente seria o campeão de votos em Mato Grosso.

Isto segundo a pesquisa da Percent, divulgada nesta quinta-feira (4), que aponta o filho do prefeito de Cuabá, Emanuel Pinheiro (MDB), liderando a disputa com 6,1% das intenções de votos.

Em segundo lugar, o também deputado federal, Nelson Barbudo (PL), mais votado de 2018, mostrou que segue com bom reduto com 4,2% de preferência. Ele é seguido de perto pela colega de legislativo, Rosa Neide (PT), que alcançou 3,7% de respaldo popular.

O emedebista, Juarez Costa, e o vice-líder do Governo na Câmara Federal, José Medeiros (PL), este último bolsonarista-raiz, pontuaram com 3,2% e 2,8%, respectivamente.

Embalado pelo trabalho desenvolvido no Comando-Geral da PM, o Coronel Assis (União Brasil), cravou 2,7%, superando figuras tradicionais da política mato-grossense.

O ex-governador e ex-senador, Carlos Bezerra (MDB), e o suplente de senador, Fábio Garcia (União Brasil), pontuaram com 2,3% e 2%, pela ordem decrescente.

Leia Também:  Técnico faz sinais de facção criminosa e é morto em balada de MT

Outros nove nomes apareceram com menos de 2% das intenções de votos. Entre eles, destaca-se o ex-candidato a prefeito de Cuiabá, Abílio Júnior (PL). Com 1% na pesquisa da Percent, Abilinho teria dificuldade para superar seus colegas do Partido Liberal, em especial, Barbudo e Medeiros.

Metodologia

A mais nova pesquisa da Percent foi realizada entre os dias 30 de julho e 2 de agosto com 812 entrevistas presenciais em Mato Grosso. O Instituto não detalhou as cidades que foram abrangidas na amostragem. O intervalo de confiança dos números é de 95%, com  margem de erro de 3,44% para mais ou para menos.

Seguindo os ditames da legislação eleitoral em vigor, a pesquisa foi devidamente registrada junto ao Tribunal Regional Eleitoral sob os números MT-01064/2022 e BR-04455/2022.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Mauro vê plágio em plano de Governo de Márcia e Emanuel ironiza

Grupo de oposição quer colocar em prática aquilo que o governador, enquanto candidato, teorizou e nunca entregou

Publicados

em

Emanuel é o coordenador da campanha de Márcia e vai explorar os desgastes do atual gestor para dar fôlego ao projeto oposicionista. FOTO - Marcus Vallant GD

A candidata a governadora de Mato Grosso, Márcia Pinheiro (PV), rebateu a acusão de que seu plano de governo é plágio das propostas apresentadas por Mauro Mendes (UB), nas eleições de 2018.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), coordenador da campanha de Márcia, disse que as propostas descritas no Plano de Governo de Marcia atendem exatamente a necessidades universais não cumpridas pela atual gestão do Estado.

Dentre os pontos, cita o pagamento da Revisão Geral (RGA) e a valorização dos servidores públicos. “Não se trata de nenhum demérito. É uma questão de redação. E se o gestor atual não conseguiu cumprir o que havia prometido, é uma necessidade do povo, vai constar no Plano de Governo”, Emanuel Pinheiro (MDB).

A coordenação da campanha a reeleição de Mauro apontou que 23 compromissos protocolados na Justiça Eleitoral em 2018 pelo então candidato e atual governador Mauro Mendes (UB) foram plagiados, na íntegra, pela candidata de oposição Márcia Pinheiro (PV), em seu Plano de Governo das eleições de 2022.
No total, 71 propostas de Mauro em 2018 foram alvo de “inspiração” para a primeira-dama de Cuiabá, sendo 23 integralmente copiadas. De acordo com Emanuel, “o fato de serem propostas idênticas ou semelhantes deve-se, exclusivamente, a inoperância da atual gestão que não cumpre o que promete. E, logicamente, o debate deve ser retomado. Se é uma necessidade da população, o assunto retornará a pauta”, asseverou.

Leia Também:  Janaína diz que candidatura de Márcia é subterfúgio de Emanuel

Quanto à entrega do novo hospital municipal de Cuiabá , o coordenador lembra que foi a gestão Emanuel Pinheiro quem finalizou e entregou à população de todo estado o maior e mais moderno hospital de Cuiabá, obra que foi prometida pelo então prefeito Mauro Mendes e que não foi entregue.

Hoje, em razão da desassistência da saúde no interior do Estado, o novo pronto-socorro é a referência a milhares de moradores de Mato Grosso e a citação à construção, descrita no Plano de Governo, trata-se de um erro da equipe redatora e será devidamente corrigido.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA