CUIABÁ

AGRO

Mato Grosso já é líder nacional de faturamento no agronegócio

Publicados

AGRO

O setor deve movimentar mais de R$ 85 bilhões em 2019.

De acordo com as novas informações divulgadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mato Grosso passa a ser mais do que o maior produtor nacional de grãos e fibras, assumindo agora o ranking do maior faturamento do agro do Brasil. Os números foram apresentados pelo Jornal Diário de Cuiabá, na edição que circulou no dia 28 de março.

As informações deixam claro que, apesar da pequena queda em relação ao faturamento de 2018, o setor da pecuária garante avanço significativo anual. O setor deve movimentar mais de R$ 85 bilhões somente nesse ano.

Em referência ao crescimento da produção de carne bovina, o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, celebra e associa esse impulsionamento ao trabalho realizado pela CPI dos Frigoríficos, da qual foi presidente.

“Presidi a CPI dos Frigoríficos e trabalhamos para quebrar o monopólio que existia na cadeia de frigoríficos, o que fez com que novas plantas abrissem o credenciamento dessas plantas para exportação, elevando o estado ao patamar de campeão em exportação de carne bovina”, disse o parlamentar.

Leia Também:  Arrecadação do Governo de MT segue escalando e sobe R$ 2 BI em 2022

“Não podemos nos ater apenas nas questões de produção, comercialização e movimentação das lavouras e pecuária, mas também devemos lembrar que todo esse crescimento reflete diretamente nas novas oportunidades de empregos e na economia como um todo no estado”, finalizou Nininho.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

AGRO

MT aumenta área plantada de soja, mas deve produzir menos

Por fim, a produção total para a próxima colheita ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

Publicados

em

Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, menos que 2021. FOTO - Exame/Alexis Prappas

A área aguardada de soja para a próxima temporada no estado de Mato Grosso (safra 2022/23) ficou projetada em 11,13 milhões de hectares, incremento de 2,55% em relação à safra 2021/22.

A ampliação inicial está pautada pela valorização do preço da oleaginosa, demanda aquecida e o momento de preços favoráveis dos subprodutos da soja, o que motivou alguns produtores a fazerem a conversão de áreas de pastagens para agricultura, principalmente em regiões onde a pecuária predomina — Nordeste, Noroeste e Norte.

A informação foi divulgada, nos últimos dias, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), no boletim semanal da soja. Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, o que representa 1,26% abaixo em relação ao rendimento da safra 2021/22.

Apesar do recuo na estimativa, neste primeiro momento as projeções ficam limitadas,
devido a alguns pontos que podem impactar no decorrer da safra, como: condições climáticas e incertezas de investimento devido ao alto custo de produção.

Por fim, a produção total ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

COMENTE ABAIXO:

Leia Também:  Medeiros diz que PT gosta só de putaria de luxo e por isso barrou Tigresa
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA