CUIABÁ

CIDADES

Ministério do Turismo vistoria hospedagens em Mato Grosso

Publicados

CIDADES

Duas equipes do Ministério do Turismo realizaram, entre os dias 24 e 27 de setembro, visita de fiscalização aos municípios mato-grossenses de Chapada dos Guimarães e Poconé. No total, 48 estabelecimentos de hospedagem foram vistoriados pelos agentes. Destes, 28 foram notificados por não terem apresentado registro no Cadastur, conforme determina a Lei do Turismo, e 20 receberam termos de fiscalização por estarem fechados, não terem sido localizados ou trocado de CNPJ.

A ação teve como objetivo sensibilizar os empresários sobre a importância da regularização junto ao Cadastur, o sistema de cadastro de prestadores de serviços turísticos do MTur. Além de trazer uma série de vantagens para o trabalhador da área, como acesso a financiamento em bancos oficiais do governo e cursos gratuitos de qualificação ofertados pela Pasta, o empreendimento regular também mostra para o seu cliente que realiza um trabalho legal, sério e seguro.

Antes de iniciar a ação, os agentes fiscais do MTur se reuniram com representantes da prefeitura, do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio) e com guias de turismo e prestadores de serviços turísticos das áreas de transportes, agências de viagem e meios de hospedagem para tirar dúvidas e dialogar sobre a atividade turística da região visitada.

Leia Também:  Barranco praticamente descarta apoio do PT a Neri Geller

“Além de fiscalizar, nosso trabalho é também instruir os prestadores quanto aos caminhos que eles devem seguir para buscar a regularização junto ao órgão máximo de turismo no Brasil, que é o MTur”, informa a chefe de Divisão de Fiscalização do MTur, Daniela Saraiva.

Quem foi notificado tem um prazo de até 30 dias para regularizar-se junto ao ministério. Basta acessar o site do Cadastur (clicando aqui) e, em seguida, escolher o item “Sou prestador” para preencher os dados básicos. A ferramenta foi modernizada, é de fácil compreensão e oferece uma interface intuitiva que garante rapidez no cadastramento online. O registro deve ser feito por todo meio de hospedagem existente no país, mesmo aqueles que ainda não foram vistoriados pelos agentes. É importante destacar que o cadastro é obrigatório para sete categorias de prestadores de serviços: meios de hospedagem, agências de turismo, guias de turismo, transportadoras turísticas, acampamentos turísticos, organizadoras de eventos e parques temáticos. Quem não se regularizar poderá ser autuado e pagar uma multa de até R$ 854 mil.

Leia Também:  Pátio distribui calendários e prepara evento para "lulanizar" seus apoiados

Em setembro, o Cadastur atingiu a marca histórica de 75 mil cadastrados.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

CIDADES

Com emenda de R$ 300 mil de Claudinei, distrito de Vale Rico terá uma quadra poliesportiva

O deputado destinou R$ 300 mil para a construção de quadra poliesportiva, com a contrapartida da outra parte do valor pelo prefeito de Guiratinga

Publicados

em

O deputado estadual Delegado Claudinei (PL) atendeu o grande anseio dos moradores do distrito de Vale Rico, localizado em Guiratinga, que almejavam ter uma quadra poliesportiva para a prática esportiva de crianças e jovens e realização de eventos. Ele garantiu uma emenda no valor de R$ 300 mil para a construção do espaço e que, também, contará com a contrapartida da outra parte do valor pelo prefeito municipal, Waldeci Barga Rosa (UB).

O parlamentar chegou a visitar o distrito, em janeiro de 2021, junto com o gestor municipal e a vereadora Fabiana Rocha (UB) e se deparou com a situação precária da quadra utilizada pela comunidade local. “Neste dia, me comprometi a buscar alternativas junto aos gestores municipais e contribuir com melhorias na infraestrutura deste distrito. E ainda mais, soube que era um grande anseio dos moradores e me sinto realizado de estar ajudando nesse desejo. Em breve terão um espaço para o esporte e lazer”, posicionou Claudinei.

Fabiana conta que o distrito de Vale Rico possui uma média de 450 habitantes. “É uma região que tem uma população bastante carente e esquecida. A gente procura ajudar o distrito e vê a necessidade de incentivar os jovens a estarem praticando o esporte, participando de campeonatos e ter o lazer merecido, algo que não tinham, pois não havia uma estrutura boa. E o novo espaço também poderá ser utilizado para outros meios, como na promoção de eventos. Será bem amplo”, comentou a vereadora.

Leia Também:  Fábio Garcia leva invertida de Emanuelzinho, que aprova visita ao VLT

Localização – O município de Guiratinga fica a uma distância de aproximadamente 110 km de Rondonópolis. Em relação ao distrito de Vale Rico, é de cerca de 60 km.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA