CUIABÁ

AGRO

Ministro de Infraestrutura está em Mato Grosso para discutir as obras da FICO em audiência pública

Publicados

AGRO

O ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes, estará presente na audiência pública que será realizada hoje sexta-feira (14), em Água Boa (MT), às 16h (horário de Brasília), na Universidade Aberta de Água Boa (UAB).

O Ministro vem a Mato Grosso com o objetivo de discutir as obras de infraestrutura das rodovias federais e estaduais nos trechos que compreendem a Ferrovia Integração do Centro-Oeste (FICO).

A programação começou pela manhã em Rondonópolis (MT) com visitas ao terminal ferroviário da empresa Rumo, que já opera na região, e também nas obras de duplicação da BR 364/163.

À tarde, a comitiva segue para Água Boa, no Araguaia, onde será realizada uma audiência pública para debater as obras de infraestrutura das rodovias federais e estaduais do trecho de 383 quilômetros da Ferrovia da Integração Centro-Oeste (Fico).

Além do ministro de Infraestrutura, estão confirmadas as palestras de representantes da VALEC- Engenharia, Construções e Ferrovias S.A e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT-MT). com o superintendente Dr. Orlando Fanaia, e a presença do governador Mauro Mendes (DEM).

Leia Também:  Com vídeo íntimo vazado, vereadora em MT pensou em suicídio

Ferrovia 

A extensão da FICO é de 383 Km, começa na Ferrovia Norte-Sul em Campinorte (GO) e vai até Água Boa (MT). A malha ferroviária vai escoar a produção de grãos para os portos de Santos (SP), Itaqui (MA) e, no futuro, Vila do Conde (PA).

Na segunda etapa, planeja-se a construção de 518 de Água Boa até Lucas do Rio Verde, com construção de um terminal de cargas, e uma última etapa de 740 quilômetros do norte mato-grossense até Vilhena (RO).

Na oportunidade, o ministro de Infraestrutura receberá o título de cidadão mato-grossense  pela Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (ALMT).

 

Fonte: Da Redação MinutoMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

AGRO

MT aumenta área plantada de soja, mas deve produzir menos

Por fim, a produção total para a próxima colheita ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

Publicados

em

Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, menos que 2021. FOTO - Exame/Alexis Prappas

A área aguardada de soja para a próxima temporada no estado de Mato Grosso (safra 2022/23) ficou projetada em 11,13 milhões de hectares, incremento de 2,55% em relação à safra 2021/22.

A ampliação inicial está pautada pela valorização do preço da oleaginosa, demanda aquecida e o momento de preços favoráveis dos subprodutos da soja, o que motivou alguns produtores a fazerem a conversão de áreas de pastagens para agricultura, principalmente em regiões onde a pecuária predomina — Nordeste, Noroeste e Norte.

A informação foi divulgada, nos últimos dias, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), no boletim semanal da soja. Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, o que representa 1,26% abaixo em relação ao rendimento da safra 2021/22.

Apesar do recuo na estimativa, neste primeiro momento as projeções ficam limitadas,
devido a alguns pontos que podem impactar no decorrer da safra, como: condições climáticas e incertezas de investimento devido ao alto custo de produção.

Por fim, a produção total ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Blairo lamenta falecimento de artista plástico e jornalista Denis Maris
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA