CUIABÁ

FIM DA NOVELA

PL garante palanque fechado para Wellington com Mauro Mendes

Na primeira suplência ficou garantido o ex-chefe da Casa Civil de Mendes, Mauro Carvalho, amigo pessoal do governador

Publicados

POLÍTICA

Wellington lidera as pesquisas e tem boas perspectivas para a reeleição

O Partido Liberal (PL) assinou coligação com o União Brasil, na convenção do partido nesta sexta-feira (5), e Wellington Fagundes (PL) oficializou que será o único candidato ao Senado Federal na chapa do governador, Mauro Mendes (União).

Segundo o atual senador, essa é uma aliança que vem sendo trabalhada há tempos e que consolida o alinhamento entre Mauro Mendes e o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL).

“Quero anunciar a toda a população: nós definimos formar uma coligação, uma aliança que a gente vem trabalhando há muito tempo, uma aliança que represente mais desenvolvimento, mais oportunidades, já que Mato Grosso é o estado que mais desenvolve, exatamente por essa grande aliança que foi construída já há algum tempo, essa unidade do governo federal, através do presidente Bolsonaro, e também o governo Mauro, que todos nós estamos desde o início do mandato procurando dar sustentação”, explicou.

Para a primeira suplência de Wellington, foi escolhido Mauro Carvalho (União Brasil), ex-chefe da Casa Civil de Mauro, como já tinha confirmado o MINUTO MT ainda no mês de março, consagrando a palanque fechado para o Senado.

Leia Também:  Neri declara queda de quase R$ 6 milhões em bens desde 2018

“A indicação e a escolha do secretário-chefe da casa civil, Mauro Carvalho, como nosso primeiro suplente, se deu principalmente pela sua experiência acumulada como empresário de grande empresa, grande geradora de empregos, também por seu secretário-chefe da casa civil, no seu relacionamento político com toda a Assembleia Legislativa, com todos os prefeitos de Mato Grosso e isso fez com que ele tivesse experiência e, ao nosso ver, bagagem para poder estar comigo em Brasília, defendendo o Estado de Mato Grosso.”

Wellington ainda garantiu que a “dobradinha” Mauro Mendes e Otaviano Pivetta (Republicanos) será retomada. Pivetta aceitou candidatar à reeleição como vice-governador. “Nosso objetivo é a reeleição do presidente Bolsonaro, em unidade com o governo Mauro, também com o vice Pivetta, que será candidato junto com o Mauro à reeleição e o PL indicando o candidato a senado”.

Na pressão

A impossibilidade do chamado “palanque aberto” de Mauro Mendes se deu por dois motivos: vedações legais e pressão política. De Brasília, o próprio presidente Bolsonaro deixou claro que não aceitaria coligações com partidos de esquerda.

Leia Também:  Vereadora mostra teto de UTI desabando em Rondonópolis

Mauro queria colocar ao seu lado, além de Wellington, a médica Natasha Slhessarenko (PSB) como nome diretamente apoiado em seu palanque, o que criou uma novela que se arrastou por semanas.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Lula é quase três vezes mais rico que Bolsonaro

Segundo declaração dos dois para a Justiça Eleitoral, o atual presidente tem R$ 2,3 milhões em patrimônio, enquanto petista soma R$ 7,4

Publicados

em

Tanto o petista quando o capitão da direita apresentaram números bem parecidos em 2018.

O petista Luís Inácio Lula da Silva é quase três vezes mais rico que Jair Bolsonaro (PSL), segundo os números que ambos declaram junto à Justiça Eleitoral para a disputa das eleições 2022.

O atual presidente da República declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que possui R$ 2,3 milhões em patrimônio, valor praticamente idêntico ao que apresentou há quatro anos.

No detalhamento dos bens, Bolsonaro oficializou possuir 1 cardeneta de poupança de R$ 591 mil, 3 depósitos em conta bancária, de R$ 316 mil, 1 apartamento de 240 mil, 4 casa avaliadas em mais de R$ 1 milhão e outros bens.

Em 2018, Bolsonaro havia declarado ter pouco mais de R$ 2,2 milhões.

Lista de bens declarados em 2022

Casa R$98.500,00
Caderneta de poupança R$591.047,58
Casa R$400.000,00
Casa R$40.000,00
Ações (inclusive as provenientes de linha telefônica) R$0,00
Quotas ou quinhões de capital R$249,00
Depósito bancário em conta corrente no País R$92,57
Apartamento R$240.930,00
Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc. R$26.500,00
Ações (inclusive as provenientes de linha telefônica) R$0,00
Casa R$603.803,54
Depósito bancário em conta corrente no País R$315.884,71
Depósito bancário em conta corrente no País R$547,33
Leia Também:  Galvan explica vontade de Blairo de ver PT de volta: "abstinência"

Declaração de Lula

Já o ex-presidente diz possuir bens no valor de R$ 7,4 milhões, quantia inferior à informada em 2018, quando estava preso em Curitiba, chegou registrar candidatura, mas foi impedido de concorrer à Presidência por causa das condenações na Lava Jato.

Nas eleições anteriores, os bens do petista somavam R$ 7,98 milhões, cerca de meio milhão a mais, em valores nominais. Boa parte do acúmulo de bens de Lula vem de suas famigeradas palestras, dadas por meio do Instituto Lula.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA