CUIABÁ

CIDADES

Projeto da CNM chega em Mato Grosso

Publicados

CIDADES

Um dos maiores Municípios do norte de Mato Grosso, Sinop recebeu a equipe do projeto Realidade Municipal, da Confederação Nacional de Municípios (CNM), na segunda semana de outubro. A prefeita Rosana Tereza Martinelli e sua equipe abriram as portas da administração municipal para uma imersão da fase 3 do projeto da CNM. O objetivo é avançar na apuração do custo efetivo dos programas e das ações conveniadas com as outras esferas, estadual e federal, e das ações que os municípios executam, mas não são de sua competência. As imersões na fase 3 ocorrem em sete cidades do país, contemplando todas as regiões

A equipe do projeto, que na semana anterior havia começado as imersões por Santa Cruz do Sul (RS), conversou com secretários de diferentes áreas em Sinop. Um dos primeiros contatos foi com a secretária da Fazenda, Ivete Mallmann, que para complementar e qualificar as informações colocou os técnicos da CNM em contato com as áreas de contabilidade, recursos humanos e convênios do município. A partir das explicações da equipe do Realidade Municipal sobre os dados que seriam necessários, a prefeitura de Sinop providenciou relatórios e informações.

Leia Também:  Arrecadação do Governo de MT segue escalando e sobe R$ 2 BI em 2022

O time do projeto Realidade teve conversas com técnicos das três maiores secretarias do município: Saúde, Educação e Assistência Social. Elas concentram os programas que são alvo do projeto Realidade Municipal. Os enviados do projeto detalharam algumas ações e buscaram dados para saber com mais precisão a realidade do município. A partir desse trabalho, será produzido um relatório que será útil para a prefeitura precisar os custos dos programas que a prefeitura assume, mas não são originalmente sua obrigação. Além de revelar distorções, esse diagnóstico ajudará os prefeitos e as prefeitas em suas decisões para dar mais consistência em suas negociações com o Legislativo e com as outras esferas e melhorar a gestão.

Realidade Municipal
O sistema Realidade Municipal entrou em uma nova etapa em 1º de outubro de 2018. É a fase 3 do projeto criado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) em 2012, que agora vai contar com uma imersão em sete cidades espalhadas pelo país, contemplando todas as regiões. O objetivo é avançar na apuração do custo efetivo dos programas e das ações conveniadas com as outras esferas, estadual e federal, e das ações que os municípios executam, mas não são de sua competência.

Leia Também:  Medeiros manda mais de R$ 43 milhões para Santa Casa de MT

Em paralelo à imersão em municípios, o sistema continua disponível para todas as prefeituras do Brasil. Para as que ainda não se cadastraram, basta solicitar senha neste link e preencher os formulários dos programas reunidos no sistema. Quanto mais completo e preciso o preenchimento, mais útil será o relatório automatizado fornecido para a prefeitura, que a partir desse retrato do custo dos programas terá uma informação mais qualificada para orientar a gestão.

Fonte: CNM / Altair Nobre

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

CIDADES

Com emenda de R$ 300 mil de Claudinei, distrito de Vale Rico terá uma quadra poliesportiva

O deputado destinou R$ 300 mil para a construção de quadra poliesportiva, com a contrapartida da outra parte do valor pelo prefeito de Guiratinga

Publicados

em

O deputado estadual Delegado Claudinei (PL) atendeu o grande anseio dos moradores do distrito de Vale Rico, localizado em Guiratinga, que almejavam ter uma quadra poliesportiva para a prática esportiva de crianças e jovens e realização de eventos. Ele garantiu uma emenda no valor de R$ 300 mil para a construção do espaço e que, também, contará com a contrapartida da outra parte do valor pelo prefeito municipal, Waldeci Barga Rosa (UB).

O parlamentar chegou a visitar o distrito, em janeiro de 2021, junto com o gestor municipal e a vereadora Fabiana Rocha (UB) e se deparou com a situação precária da quadra utilizada pela comunidade local. “Neste dia, me comprometi a buscar alternativas junto aos gestores municipais e contribuir com melhorias na infraestrutura deste distrito. E ainda mais, soube que era um grande anseio dos moradores e me sinto realizado de estar ajudando nesse desejo. Em breve terão um espaço para o esporte e lazer”, posicionou Claudinei.

Fabiana conta que o distrito de Vale Rico possui uma média de 450 habitantes. “É uma região que tem uma população bastante carente e esquecida. A gente procura ajudar o distrito e vê a necessidade de incentivar os jovens a estarem praticando o esporte, participando de campeonatos e ter o lazer merecido, algo que não tinham, pois não havia uma estrutura boa. E o novo espaço também poderá ser utilizado para outros meios, como na promoção de eventos. Será bem amplo”, comentou a vereadora.

Leia Também:  Empresária bolsonarista vira a "Federal" de Mendes em Rondonópolis

Localização – O município de Guiratinga fica a uma distância de aproximadamente 110 km de Rondonópolis. Em relação ao distrito de Vale Rico, é de cerca de 60 km.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA