CUIABÁ

AGRO

REFORMA DA PREVIDÊNCIA | Extremismo prejudica andamento dos debates

Publicados

AGRO

O deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT) lamenta que o clima de radicalismo esteja prejudicando o andamento de debates importantes em Brasília, em especial, em torno da Reforma da Previdência (PEC 6/2019). A declaração aconteceu em entrevista na Rádio Jovem Pan, na manhã da ultima segunda-feira (13).

“Ainda tem muitas pessoas em campanha, um radicalismo, um extremismo de um lado para o outro, que prolonga muito as discussões. Um ataca um, o outro ataca o outro, não se prendem no tema. E isso dá ibope para alguns que se elegeram assim e querem continuar tendo ibope fazendo ataques, sendo radicais. Isso me causa muita indignação porque trava projetos relevantes”, afirmou o parlamentar de Mato Grosso.

Essa postura de alguns, na visão do deputado, acaba afastando o Congresso do debate construtivo e atrapalha o desenvolvimento do Brasil. O parlamentar reconhece a grave situação da Previdência brasileira, um dos tripés da Seguridade Social, juntamente com a Saúde e Assistência Social. Porém, tem defendido maior debate do texto em tramitação na Câmara por considerar que alguns pontos podem representar riscos aos trabalhadores.

Leia Também:  Blairo lamenta falecimento de artista plástico e jornalista Denis Maris

“Está muito difícil, em tempos de Tribunal de Internet, se posicionar. Eu não tive medo e me posicionei contra alguns pontos da PEC 06 porque precisamos melhorar o texto. Aí já vem aqueles chamando de esquerda radical por conta disso. Precisamos ser menos direita, menos esquerda e mais Brasil. Precisamos das boas pautas. Se continuarmos nesse radicalismo, sem discussão produtiva, com obstruções, não vamos a lugar algum. É uma pena. E não podemos perder mais uma vez a oportunidade histórica de fazer reformas e colocar em prática aquilo que está na Constituição”, avaliou o deputado federal.

Para Dr. Leonardo, é importante combater a corrupção, impulsionar a economia brasileira com a geração de empregos e dar eficiência ao Estado, sem tirar direitos essenciais da população. Nesse contexto, disse torcer para que o Governo Bolsonaro consiga colocar em prática o propósito de sua eleição.

“O presidente Bolsonaro traduziu o sentimento brasileiro que está cansado de um Estado corrupto, inchado e ineficiente. Torço para que ele dê certo porque isso significa o Brasil dar certo”, finalizou.

Leia Também:  Bezerra encerra especulações e diz que MDB vai de Neri

 

Fonte: Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

AGRO

MT aumenta área plantada de soja, mas deve produzir menos

Por fim, a produção total para a próxima colheita ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

Publicados

em

Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, menos que 2021. FOTO - Exame/Alexis Prappas

A área aguardada de soja para a próxima temporada no estado de Mato Grosso (safra 2022/23) ficou projetada em 11,13 milhões de hectares, incremento de 2,55% em relação à safra 2021/22.

A ampliação inicial está pautada pela valorização do preço da oleaginosa, demanda aquecida e o momento de preços favoráveis dos subprodutos da soja, o que motivou alguns produtores a fazerem a conversão de áreas de pastagens para agricultura, principalmente em regiões onde a pecuária predomina — Nordeste, Noroeste e Norte.

A informação foi divulgada, nos últimos dias, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), no boletim semanal da soja. Sobre a produtividade, a estimativa foi estipulada em 58,62 saca/hectare, o que representa 1,26% abaixo em relação ao rendimento da safra 2021/22.

Apesar do recuo na estimativa, neste primeiro momento as projeções ficam limitadas,
devido a alguns pontos que podem impactar no decorrer da safra, como: condições climáticas e incertezas de investimento devido ao alto custo de produção.

Por fim, a produção total ficou projetada em 39,48 milhões de toneladas para o estado.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Fábio Garcia leva invertida de Emanuelzinho, que aprova visita ao VLT
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA