CUIABÁ

Educação

Seduc atende deputado e marca licitação para retomada da obra da Escola Adolfo Augusto de Moraes

Desde 2019, quando foi presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, o deputado tem cobrado a Seduc

Publicados

POLÍTICA

Thiago Silva se reuniu com secretário, reiterou cobranças e foi informado que no próximo dia 5 de maio será conhecida a ganhadora da licitação

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) recebeu a confirmação do Secretário Estadual de Educação, Alan Porto, que no próximo dia 05 de maio será aberto o envelope da licitação da Escola Adolfo Augusto de Moraes que irá anunciar a empresa vencedora do edital.

Desde 2019, quando foi presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, o deputado tem cobrado a Seduc a prioridade na reforma geral da Escola que atende centenas de alunos. A reforma teve início no governo passado, em 2016, porém foi interrompida, por indícios de corrupção.

“Com muito empenho, conseguimos junto ao Estado a prioridade nesta reforma e no dia 5 de maio sai o resultado da licitação da escola, no valor de R$ 4,5 milhões, que vai garantir uma nova e moderna estrutura predial para a comunidade escolar. Todos sabemos da importância histórica que a escola Adolfo tem para a formação de cidadãos que contribuíram para o desenvolvimento da cidade. A Escola Adolfo é considerada uma das mais tradicionais, com mais de 50 anos de história e formação de cidadãos rondonopolitanos”, disse Thiago Silva.

Leia Também:  Fábio Garcia leva invertida de Emanuelzinho, que aprova visita ao VLT

De acordo com o secretário da Seduc Alan Porto, o Governo está trabalhando para que após os trâmites da licitação dar a ordem de serviço da obra no mês de junho, demonstrando o compromisso do governador Mauro Mendes com Rondonópolis.

Mais obras

Com indicação do deputado Thiago Silva, a reforma da Escola Domingos Aparecido dos Santos do Conjunto São José deverá ser aprovada pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Governo (CONDES) no próximo dia 19/04 e em seguida deverá ir para o processo licitatório no mês de maio. Outra indicação do deputado é a Escola José Rodrigues no Distrito Boa Vista que já foi licitada e tem previsão de dar a ordem de serviço também no final de maio.

Sobre a Escola do bairro Maria Tereza, sonho antigo da comunidade local, o secretário Alan Porto garantiu que o Governo trabalha para licitar e dar ordem de serviço no segundo semestre.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Wilson faz pressão em Mendes: “não será o coveiro do Rio Cuiabá”

Autor de um projeto que proíbe a implantação de seis hidrelétricas no Rio Cuiabá, Wilson ainda tem esperanças em ter apoio do governador

Publicados

em

Deputado, contudo, não deve ter o crivo positivo de Mendes, entusiasta de hidrelétricas. FOTO - Chico Ferreira/GD

O vice-líder do Governo, o deputado estadual Wilson Santos (PSD), acredita que o governador Mauro Mendes (UB) “não será o coveiro do Rio Cuiabá” e irá sancionar o Projeto de Lei (PL) nº 957/2019, de sua autoria, que proíbe a construção de hidrelétricas e Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) por toda a extensão do Rio Cuiabá. A proposta, que causou polêmica na Assembleia Legislativa (ALMT), foi aprovada no início do mês.

“Olha, eu tenho absoluta certeza de que o governador Mauro Mendes não vetará, ele não será o coveiro do Rio Cuiabá, do Pantanal, ele não vai por essa marca na testa dele, não vai colocar as impressões digitais dele nesse crime. A sociedade cuiabana, várzea-grandense, pantaneira não admite esse crime contra o Rio Cuiabá. A Assembleia estará encaminhando o projeto na semana que vem para que ele analise, que ele possa com certeza fazer a sanção”, afirmou, em entrevista ao site Veja Bem MT.

Na época da votação, a empresa Maturati Participações, que possui um projeto para a implantação de seis hidrelétricas no Rio Cuiabá, buscou os deputados para articular uma votação contra o projeto. Contudo, a proposta obteve apoio da maior parte dos parlamentares, com exceção do deputado Gilberto Cattani (PL) e Janaina Riva (MDB).

Leia Também:  Fábio Garcia leva invertida de Emanuelzinho, que aprova visita ao VLT

Ao ser questionado sobre um possível veto de Mendes, Wilson enfatizou que Mendes deve aprovar a proposta. “Eu tenho certeza que o governador Mauro Mendes não vai ser o coveiro do Rio Cuiabá, ele não vai fazer essa loucura contra a natureza. O mundo inteiro está observando isso. Eu tenho recebido e-mails, cobranças de vários países do mundo. Não acredito que um governador relativamente jovem vai sangrar o Rio Cuiabá, vai ceder à sanha desvairada do capital. O Rio Cuiabá é muito maior do que o governador do Estado, que a Assembleia”, pontuou.

Mendes à favor de hidrelétricas

Caso o governador atenda aos apelos de Santos e o clamor dos ribeirinhos, Mauro irá contra seu próprio discurso de que este tipo de estrutura não destrói o meio ambiente. O gestor, inclusive, tem negócio no setor e um filho atuando e investindo na área.

Recentemente, Mendes já disse que o discurso “em defesa do Rio Cuiabá”, em seu modo de ver, é uma “manobra dos deputados para ganhar votos”, cutucando, inclusive, seu aliado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA