CUIABÁ

EM DESTAQUE

Vereador reverte cassação, ganha em discurso e se projeta em Primavera

Com a nova decisão, o parlamentar permanece no cargo até que todo o processo seja analisado e devidamente transitado e julgado.

Publicados

ESPIA AÍ

Luis Costa retorna cheio de gás e discurso, após período fora do parlamento

O polêmico vereador de segundo mandato, em Primavera do Leste, Luis Costa (PDT), conseguiu, em Brasília, reverter uma decisão na Justiça Eleitoral, que em Mato Grosso havia lhe derrubado do cargo, desde o último dia 31 de março.

Pouco mais de 20 dias após a sentença que fez seus adversários comemorarem, o parlamentar do PDT retorna fortalecido à atividade legislativa. Com oratória destacada, uma herança do jornalismo, Luis ganha em discurso com os fatos recentes e deve colher frutos de popularidade.

O oposicionista lança em suas redes sociais praticamente toda semana uma nova “bomba”, em forma de denúncia,  que estremece as estruturas da Prefeitura local, o que tem feito Luis ser alvo principal da revolta do jovem gestor local e de seus aliados.

A cidade, conhecida pela força de um desenvolvimento econômico promissor, tradicionalmente também é palco de intensos debates entre os grupos políticos locais e Costa, mesmo não sendo parte dos “endinheirados”, tem conseguido ocupar bem seu espaço,

O prefeito, Léo Bortolin (MDB), carrega um profundo desprezo pelo trabalho de Luís, alguém que vê exceder em sua críticas. Avaliação parecida tem o vereador que talvez seja o principal aliado de Léo, Elton Baraldi (MDB), o “Nhonho”, autor da ação que imputa crime eleitoral de “Fake News” e “abuso de poder econômico” a Luis, por supostamente ter usado a estrutura de mandato pra fins eleitorais, em 2020.

Leia Também:  Emanuelzinho quer R$ 20 mil de Abílio por postagem com sua foto

O vereador, que teve de conviver com a cassação temporária, aponta empresas representadas por “laranjas” de Nhonho com contratos vultosos no Município, tudo devidamente negado pelo emedebista da Câmara Municipal, bem como o que chefia o Executivo.

Desfecho no TSE

O Tribunal Superior Eleitoral – TSE então determinou o retorno imediato de Luís. Com a nova decisão, o parlamentar permanece no cargo até que todo o processo seja analisado e devidamente transitado e julgado.

A decisão foi proferida na última quarta-feira (20), com o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso – TRE-MT já devidamente  informado para que adote as providências necessárias ao imediato cumprimento da presente decisão.

Luís Costa havia sido afastado do cargo de vereador e teve um recurso indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral, em relação a decisão de cassação proferida inicialmente em dezembro de 2021.

A decisão cabia recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral – TSE, e foi o que a defesa do parlamentar, representada pelo advogado, Luciano Felício Fuck, fez. “Em juízo primário, o exercício do mandato eletivo deve ser, por ora, assegurado ao requerente, a fim de que no julgamento do recurso especial se tenha a análise exauriente e densa da matéria controvertida. Ante o exposto, defiro a tutela cautelar de urgência para, suspendendo os efeitos do acórdão proferido no RE n. 0600002-48.2021.6.11.0040/MT, possibilitar ao requerente o exercício do mandato de vereador do Município de Primavera do Leste/MT, até ulterior decisão do TSE, se, por razão diversa, não se encontrar afastado do cargo eletivo para o qual eleito”, diz parte da decisão proferida pelo desembargador Carlos Horbach.

Leia Também:  Galvan sinaliza com "surpresa" do PTB para disputar Governo com Mauro

Nos bastidores, o discurso dos emedebistas é de confiança em relação a uma futura nova derrota de Luis para a perda definitiva do cargo. O risco, todavia, é enorme, já que o parlamentar terá condição de se apresentar, a partir de agora, oficialmente como um “perseguido” e com isso talvez possa até pavimentar uma futura candidatura a prefeito.

Não seria a primeira vez, aliás, que um polêmico parlamentar acabe quase cassado e, logo em seguida, suba degraus consideráveis na cena política. Como bem dizia a lenda da cartilha invisível de José Sarney, do próprio MDB, a investida contra  um adversário precisa ser de falcão, sem chance de defesa. Se o bote apenas machucar, isso fará o inimigo ficar mais forte.

Se realmente foi Sarney que disse isso, é impossível saber, mas trata-se de uma verdade absoluta. Foi basicamente o que aconteceu com o vereador Abílio Brunini (PL), que passou muito tempo longe de ser protagonista no legislativo, mas alçou a uma campanha para prefeito de Cuiabá e por muito pouco não venceu, após também ter sido cassado e retornado ao cargo, antagonizando com o prefeito local, Emanuel Pinheiro (MDB).

Parlamentar já chegou se acorrentar na frente do Ministério Público, em protesto contra decisão que acolheu denúncia e acarretou na sua perda de mandato

Luís é o político local talvez com maior identificação com Jair Bolsonaro

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPIA AÍ

Secretária cria problema político para Pátio, Neuma e Roni

O grande temor é que Pátio acabe se isolando politicamente pelo verdadeiro encastelamento promovido pela secretária.

Publicados

em

Ione Rodrigues tem irritado aliados do prefeito

Mesmo com pouco tempo ocupando a chefia de uma das pastas mais poderosas da Administração do prefeito, José Carlos do Pátio (PSB), em Rondonópolis, é notável o estrago político que a secretária de Governo, Ione Rodrigues dos Santos, tem conseguido acumular frente diferentes setores.

Ione ganhou a autonomia de trabalhar diretamente com o gestor e tem atuado em sua blindagem, como não poderia ser diferente, mas tem pecado insistentemente no excesso. É rotina encontrar vereadores, líderes de bairros, companheiros de Pátio há anos, bem como fornecedores e até empresários interessados em investir na cidade tomando verdadeiros “chá de cadeira”, muita vezes de uma tarde toda, unicamente por causa dos caprichos da secretária.

Secretária tem buscado manter uma agenda muito próxima do prefeito.

A impressão que fica, segundo informações colhidas pela reportagem, é que Ione tem algum tipo de prazer em engessar propositalmente as deliberações para deixar claro a quem lhe interpelar que ela é quem está no controle da situação.

Leia Também:  Pesquisa mostra Emanuelzinho e Medeiros na frente em Cuiabá e VG

O desgaste já respinga diretamente nas pré-candidaturas da primeira-dama, Neuma de Morais (PSB), a federal, e Roni Magnani (PSB), a estadual. Ambos sabem das constantes retaliações e teriam informado o prefeito sobre o impasse, temendo um “desastre eleitoral” por conta das atitudes de Ione, haja vista que tanto Neuma quanto Roni terão Pátio como o instrumento de atração de votos de suas campanhas.

O grande temor é que Pátio acabe se isolando politicamente pelo verdadeiro encastelamento promovido pela secretária. Servidores públicos, que estão em estado de greve na cidade, reclamam que o distanciamento que já possuíam em relação ao prefeito agora se tornou um verdadeiro abismo, desde a chegada de Ione à posição de “cão de guarda”.

Já circula pelos bastidores que foi em virtude de Ione que o procurador-geral do Município, advogado de Pátio há anos, não aguentou e pediu exoneração do cargo. Vereadores que falaram com o MINUTO MT confirmaram o problema e um até brincou que “em futuro próximo, quando o prefeito precisar falar com ele, colocará alguém como Ione em seu gabinete”, fazendo referência ao verdadeiro muro criado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA