CUIABÁ

Esportes

Atleta PetGol de Rondonópolis luta para realizar o sonho do pai que faleceu de Covid-19

Publicados

Esportes

*Por Samantha dos Anjos*

A Covid-19 transforma o dia-a-dia de famílias enlutadas pela perda de um ente familiar. A superação pela morte é um dos desafios a serem enfrentados pelos parentes e amigos próximos. Em Rondonópolis (MT), com apenas 14 anos, o adolescente Petterson Roberto dos Anjos Aguiar, conhecido por PetGol, já vive essa experiência dolorosa, ao perder há duas semanas o seu pai, Zenon Roberto dos Anjos Alves, 43 anos, para o novo coronavírus.

Conforme informações, Zenon era um fanático torcedor pelo time do Flamengo, sempre foi um pai presente na vida de Petterson. Aos oitos anos de idade, o adolescente pediu ao pai fazer a sua matrícula em uma escola de futebol. “Meu pai tinha um sonho de eu me tornar um jogador de futebol e, também, é um desejo meu. Ele foi e continua sendo a minha inspiração. Ele que me levava e buscava nos treinos diários. Agora, fica o vazio de não ter a sua presença física em casa e na minha rotina”, desabafa.

Leia Também:  Técnico do Cuiabá pressiona diretoria por reforços para evitar série B

Recomeço

PetGol já definiu o seu nome para carreira profissional ainda não constituída, mas repleta de esperança, dedicação e determinação para alcançar o sonho de seu pai em se tornar um atleta profissional no futebol. De acordo com ele, há seis anos treina em uma academia para formação de atletas no ramo de futebol, em Rondonópolis.

“Hoje sou atleta de base na academia. A minha expectativa é poder fazer a vontade de meu pai e torná-la realidade. Ele ficava muito feliz de me ver jogar e marcando gol. É triste não tê-lo ao meu lado, mas temos que ser fortes e não ficar chorando, pois ele era muito alegre e sabia viver a vida”, esclarece Petterson.

Ele explica que os treinos recomeçaram há uma semana, devido a pandemia da Covid-19, haviam sido suspensos. As atividades físicas são diárias, com duração de duas horas. “Tem momentos que não acredito que ele não está mais aqui. Minha ficha ainda não caiu. Mas, estou com o pé no chão. É uma forma de me tornar um jogador profissional do futuro. Sempre fui nas partidas de futebol aqui na cidade com ele. Quero superar da melhor forma e saber que ele olha para mim lá de cima”, diz.

Leia Também:  Cuiabá vive perigosa fase de "jogar bem" e não vencer jogos

Histórico Familiar

Petherson estuda o 8° ano, na Escola Sagrado Coração de Jesus. Também, é matriculado em escola de inglês para já ficar preparado para a futura carreira que almeja concretizar.

á Zenon Roberto, era vendedor de uma grande empresa no ramo alimentício, casado com Simoni Aguiar da Peixaria do Nêgo. Ele também era pai de Anna Vitória Aguiar, de apenas sete anos.

Além disso, ele era filho de pioneiros de Rondonópolis, a professora aposentada Maria de Lourdes dos Anjos e Gerson Alves e era irmão do policial civil da PJC-MT, Marcio Henrique (Cikatriz) e do músico Éder dos Anjos, da dupla sertaneja raiz Éder e Cícero Viola.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Esportes

Técnico do Cuiabá pressiona diretoria por reforços para evitar série B

O Dourado está há quatro jogos sem vencer e amarga uma sequência ruim na zona de rebaixamento, na 18ª colocação, com 13 pontos.

Publicados

em

António Oliveira é elogiado por jogadores, mas ainda não conseguiu deslanchar no campeonato

O técnico António Oliveira afirmou nesta sexta (1º) que a diretoria do Cuiabá está ciente das necessidades do clube para a sequência da temporada. O treinador disse que já conversou com os dirigentes do time e agora aguarda as tomadas de decisões. Uma delas é referente a contratações de mais jogadores para a continuidade do Brasileirão, onde atualmente o Dourado está dentro da zona de rebaixamento.

Durante coletiva na manhã de hoje (1) no CT do Dourado, o professor auriverde afirmou que a relação com o presidente do clube é a melhor possível. Questionado sobre possíveis novas chegadas de jogadores na próxima janela, António deixou claro que o dirigente da equipe sabe o que deve ser feito para o bem do clube.

“A minha relação é a melhor de todas, como já disse, o presidente sabe o que eu penso, e se nós queremos dar essa oportunidade à equipe, para podermos fazer um resto de campeonato mais tranquilo e almejar talvez outros objetivos, basicamente agora sabemos o que devemos alterar, mudar, trazer, e o presidente já sabe. Agora o que me compete é continuar a trabalhando e a direção fazer o seu papel”, disse o treinador.

Leia Também:  Segundo SES, 97% dos pacientes de UTI COVID não fecharam vacinação

Nos últimos dias a diretoria do Cuiabá chegou a negociar com o meia-atacante Yerson Chacón, de 19 anos, do Deportivo Táchira, da Venezuela, mas a negociação entre as partes não avançou. O jogador é considerado promessa no futebol  venzuelano. Há expectativas para chegada de novos atletas no CT do Dourado, isso porque o segundo período da janela nacional de transferências começa em 18 de julho e termina em 15 de agosto.

Enquanto isso, o Cuiabá segue se preparando para o próximo compromisso no Brasileirão. De olho no Avaí, a equipe realiza hoje de manhã o último treino em seu CT antes de viajar à Santa Catarina para o duelo de domingo. O Dourado está há quatro jogos sem vencer no campeonato e amarga uma sequência ruim na zona de rebaixamento, quando ocupa a 18ª colocação, com 13 pontos.

António afirmou que o torcedor auriverde pode esperar um Cuiabá forte para o jogo de domingo, que vai em busca da vitória para voltar a vencer no campeonato e tentar deixar a zona de perigo. “O torcedor pode esperar um Cuiabá forte, dentro das suas matrizes, e que vai tentar buscar os três pontos nessa e em todas outras partidas até o final da temporada”, destacou.

Leia Também:  Técnico do Cuiabá pressiona diretoria por reforços para evitar série B

Com 18 pontos e na 11ª colocação, o Avaí recebe o Cuiabá no domingo (03), às 11h (de Brasília), no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 15ª rodada do Brasileiro. A partida terá transmissão pelo Premiere.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA