CUIABÁ

Geral

Bem-estar do trabalhador: como é a atuação do profissional de educação física dentro das corporações

Publicados

Geral

O dia do especialista que promove a saúde e a qualidade de vida da população, o profissional de educação física, é comemorado nesta terça-feira, 1º de setembro. O professor de educação física trabalha com movimentos corporais e isso pode ocorrer de diferentes maneiras. As atividades vão desde aquelas com fins estéticos até trabalhos voltados para o lazer e o cuidado com a saúde.

Além disso, sob a orientação desse profissional, é possível praticar atividades físicas respeitando os limites de cada um e as características individuais, garantindo assim o bem-estar dos praticantes em todas as faixas etárias. E no ambiente corporativo, qual o papel que ele pode desempenhar?

Segundo Ricardo Gino, professor de educação física e monitor de Qualidade de Vida do Sesi Mato Grosso, a atuação tem como premissa desenvolver o pentáculo do bem estar (PBE), que se caracteriza através das seguintes temáticas: ações educativas de atividade física, controle do estresse, nutrição, comportamento preventivo e relacionamento interpessoal.

“Neste aspecto, os principais benefícios para os colaboradores de uma empresa que adota ações como ginástica labora e circuito de bem-estar são a adoção de estilo de vida saudável, melhoria da aptidão física e da qualidade de vida do trabalhador, o fortalecimento da empresa e o desenvolvimento de habilidades sociais”.

Segundo ele, quando o bem-estar dos funcionários é prejudicado, sua forma de trabalhar se transforma e sua performance cai e, por consequência, a empresa também sofre impacto. Sendo assim, o profissional de educação física precisa fazer mais do que apenas planejar as aulas, ele também deve estar atento para detectar problemas.

Podem-se evitar, assim, lesões dos funcionários devido aos esforços repetitivos, estresse e insatisfação e outras doenças ocupacionais. “Realizar exercícios físicos, mesmo que de baixa intensidade, no ambiente de trabalho, alivia o estresse e diminui as tensões adquiridas durante o dia. Os alongamentos melhoram a postura e previnem problemas de circulação, além de relaxar as musculaturas do corpo”, atesta.

Para atuar nas organizações, o profissional de educação física também precisa se qualificar para desenvolver e aplicar programas de exercícios personalizados às necessidades de cada empresa. “É de fundamental importância o profissional se reciclar, para que possa sempre trazer novos métodos de atuação”.

Ricardo lembra que o Sesi MT possui sua própria metodologia de atuação e capacita todos os seus profissionais para executar as ações com qualidade e eficiência. “Temos o desafio incentivar os trabalhadores e ajudá-los a manter uma boa consciência corporal, não apenas ao longo da jornada de trabalho, mas também durante o seu tempo livre”.
Nesta tarefa, de acordo com o monitor, a equipe deve lançar mão de informações e ensinamentos sobre a forma correta para a execução dos exercícios educativos, que podem ser realizados em casa, no parque ou em qualquer lugar de lazer.

“Essas atividades físicas têm por objetivo evitar e reabilitar possíveis lesões, além de colaborar para o incentivo da prática de atividades físicas diárias. Desta forma, o profissional que atua com esta modalidade, tem como trabalho incentivar seu aluno e auxiliá-lo a manter uma boa movimentação do corpo diariamente”.

Ginástica na empresa

Entre os programas desenvolvidos pela equipe do Sesi para as empresas estão a ginástica laboral – que visa atividades físicas preventivas, socioeducativas e lúdicas. O programa é desenvolvido de forma coletiva pelo trabalhador, no tempo e local do seu trabalho.

O Sesi Ginástica na Empresa visa contribuir para a adoção de estilo de vida ativa, a socialização, a melhoria da qualidade de vida do trabalhador e o fortalecimento da empresa.

“Entre os benefícios da adoção desta prática estão redução da exposição a comportamentos sedentários e da percepção de dores e desconfortos relacionados à realização de tarefas laborais; promoção da prática laboral de atividades físicas e incentivo do trabalhador à prática de atividades físicas de lazer”.

Circuito Bem-Estar

É um serviço dinâmico que leva às empresas informações e oportunidades capazes de influenciar na adoção de estilos de vida saudáveis.

Possui intervenções e ações educativas em atividades físicas, nutrição, controle do estresse, comportamento preventivo e relacionamentos. Entre os serviços oferecidos estão ginástica laboral interativa, aferição de pressão e IMC, gincanas, jogos de mesa, quickmassagen, teste de glicemia e atividades esportivas.
Sesi Corporativo

Visa criar oportunidades para a prática de atividade física sistematizada, a partir de parâmetros de intensidade, duração e frequência com vistas à manutenção ou melhoria da aptidão física do trabalhador. Podem ser aplicadas ações com grupo de corrida, modalidades esportivas, como futsal, vôlei, e treinamento funcional.

“O incentivo à atividade física, sobretudo se for realizada em grupo, transforma o ambiente da empresa, pois vai unir as pessoas. Um grupo de corrida ou de esportes é muito benéfico à organização pelo fato de criar um espírito de equipe e companheirismo entre os colaboradores”, enfatiza o professor.

De acordo como gerente de Saúde e Segurança do Trabalho do Sesi MT, Valdir de Souza Junior, proporcionar qualidade de vida no trabalho é fundamental para o aumento produtividade do trabalhador, bem como para seu desenvolvimento físico e mental. “Os serviços de atividades físicas que oferecemos se propõe a desenvolver um ambiente e estilo de vida saudável para todos”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Geral

Medeiros e Claudinei vão destinar emendas para a construção de nova Delegacia de Polícia em Brasnorte

Publicados

em

O deputado estadual Delegado Claudinei (UB) cumpriu agenda, em Brasnorte, no dia 11 de fevereiro, para verificar as principais demandas da cidade, juntamente com o deputado federal José Medeiros (Podemos). Eles foram recepcionados na sede da Prefeitura Municipal pelo prefeito Edelo Ferrari (DEM) e a vice-prefeita Roseli Borges de Araújo (PP) e na Câmara Municipal pelo vice-presidente, o vereador Cláudio Campos e demais parlamentares.

No início do encontro, o prefeito deu um panorama dos projetos previstos no município para atender a área de infraestrutura com os convênios a serem firmados junto ao governo estadual. Ele citou a instalação de aeroporto, revitalização e arborização de áreas urbanas, aquisição de maquinários, recuperação asfáltica com recursos próprios, implantação de usina solar, melhorias no hospital municipal, entre outros investimentos.

Delegacia

A principal demanda apresentada foi a precariedade da Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC) do município, em que a Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores e a sociedade civil organizada uniram forças para poder construir uma nova sede para proporcionar um melhor ambiente de trabalho aos servidores e atendimento para a população.

“Parabenizo essa parceria da Prefeitura e Câmara de Vereadores e que não esperaram a iniciativa do Estado e tiveram a proatividade para buscar meios para a construção de uma nova Delegacia de Polícia junto com a sociedade civil organizada. A gente fica muito feliz em saber, ver que se preocupam com a sociedade e o benefício é para os moradores da cidade. E faço questão de somar e vou destinar R$ 300 mil das minhas emendas”, explanou Claudinei.

A gestão municipal concedeu o terreno para a nova delegacia, como, também, R$ 200 mil para a construção da obra. Os vereadores contribuíram com R$ 200 mil e Medeiros se comprometeu a contribuir com R$ 200 mil e o promotor de Justiça de Brasnorte, Alvaro Schiefler Fontes, ficou responsável em articular junto ao Ministério Público para buscar via Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), o restante do recurso que equivale o total de R$ 1,1 milhão.

Realidade

Desde que chegou em Brasnorte, o promotor conta que a cidade possuía juiz e promotor, mas não tinha delegado e nem defensor público. “O que acontece, graça à Deus, é a integração com o prefeito e vereadores e outras autoridades. Até abril no máximo, uma parte do problema estará resolvido com a chegada de um delegado. Desde que cheguei aqui, estamos lutando para trazer uma nova delegacia para cá. A gente quer prestar um serviço público de qualidade”, explica Schiefler.

Para o escrivão da PJC Antônio Carlos, a luta pela delegacia já dura dois anos. “Estamos atrás já há um bom tempo. Fizemos o projeto seguindo os padrões da PJC. Agora, está se tornando realidade. Agora, faço 20 anos na instituição, em março, e essa conquista é para a população. A prefeitura ajuda muito. O efetivo é muito pouco aqui”, comentou o policial.

Os vereadores Professor Genival, Dioclécio Alves de Lima – conhecido por “Manico” (PTB), Dr. Norberto Junior (DEM) e Roberto Marcelo (PSB), o presidente do Sindicato Rural de Brasnorte, Cleber José dos Santos Silva, e o presidente do Conseg de Brasnorte, Nelsi Deiss Barkert, acompanharam o encontro com os deputados.

Reivindicação – O deputado estadual Delegado Claudinei apresentou indicação de n.° n.º 2579/2021 para a Secretaria de Segurança de Mato Grosso para designar um Delegado Titular para atender a Delegacia de Polícia Judiciária Civil do município de Brasnorte.

Atualmente, estão em fase de formação na Academia de Polícia (Acadepol), em Cuiabá, 45 delegados que vão atender os municípios do interior de Mato Grosso, sendo que um deles vai atender Brasnorte, a partir do dia 23 de março deste ano.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA