CUIABÁ

SEM CATEGORIA

Empreendedores de MT participam de feira internacional da madeira em São Paulo

Publicados

SEM CATEGORIA

Empreendedores do setor florestal de Mato Grosso já preparam os produtos que irão expor na Florestal Tech realizada pelo Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem) durante a Feira Internacional da Indústria de Móveis e Madeira (ForMóbile), que acontecerá em São Paulo, no próximo mês.

Durante o evento serão apresentados diferentes produtos, como decks, portas, pisos, além de amostras de madeira nativa serrada e de lâminas. O objetivo é apresentar ao principal centro comercial do país, o potencial de produção e de sustentabilidade da madeira tropical mato-grossense.

Os produtos, oriundos de empresas ligadas aos sindicatos associados ao Cipem, estarão em um estande personalizado, com 40 m², localizado no Espaço Madeira, da revista referência.

Além dos produtos, também estará disponível um catálogo interativo que, por meio de um aplicativo para mobile (cipem ra), é possível interagir em diversas interfaces, como por exemplo, no ambiente interno de uma residência, aplicando as 32 espécies nativas disponíveis, alterando a parede, o forro, o piso, móveis e conhecer, ainda, outros detalhes sobre o manejo florestal em realidade aumentada. Além da exposição dos produtos, o Cipem quer ampliar as discussões sobre o cenário econômico, as tendências, oportunidades e novas tecnologias do setor de base florestal. Para isso, vai promover palestras com arquitetos sobre as diversas possibilidades de usos da madeira. A proposta é contar, também, um pouco mais sobre a história do setor florestal mato-grossense. “A feira representa um importante espaço de informações e de negócios, pois reúne empresas produtoras e compradoras de madeira de vários estados e países. É uma oportunidade importante de mostrar que a cadeia produtiva da madeira nativa do nosso estado é sustentável, tem qualidade e responsabilidade”, afirma o presidente do Cipem, Rafael Mason.

Leia Também:  "Lua de Sangue" deve atrair mato-grossenses para mirantes

A 8ª edição da ForMóbile e a 2ª edição do Florestal Tech acontecem de 10 a 13 de julho de 2018, na Expo São Paulo, localizada na Rodovia do Imigrantes, Km 1,5, em São Paulo – capital.

Saiba mais sobre o evento clicando AQUI.

Empreendedores de Mato Grosso participa de feira internacional da madeira em São Paulo

Sobre o setor em Mato Grosso

A madeira de Mato grosso é oriunda de 3,2 milhões de hectares de florestas manejadas. E a expectativa é de chegar a 6 milhões de hectares até 2030. A atividade agrega mais de 5 mil produtores, sendo cerca de 1.800 indústrias e comércios. Juntas, elas empregam cerca de 90 mil pessoas direta e indiretamente. Ao todo, 44 municípios mato-grossenses têm como base econômica a atividade florestal. O setor ocupa a 4ª posição no ranking da economia estadual. O setor de base florestal arrecadou, em impostos, aos cofres públicos estaduais, somente em 2017, mais de 47 milhões de reais em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e mais de 16 milhões de reais para o Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

SEM CATEGORIA

“Lua de Sangue” deve atrair mato-grossenses para mirantes

A Lua de Sangue ocorre quando há um eclipse total, deixando a lua em tom avermelhado, o que, neste domingo (15), ocorrerá a partir das 23h30

Publicados

em

Fenômeno será o primeiro e último eclipse de 2022

O eclipse lunar ‘Lua de Sangue’ poderá ser visto na noite deste domingo (15) em todo o Brasil. Em Mato Grosso, onde várias cidades possuem mirantes e regiões mais altas, conhecidas por atrair turistas para ver o nascer e o pôr do sol, muita gente deve se encaminhar aos locais para ver o raro fenômeno, que será o único eclipse do ano.

Em Cuiabá, a Lua de Sangue deve atrair muita gente ao mirante do Parque Tia Nair. Desta vez, os brasileiros foram privilegiados, já que poderão acompanhar todas fases do fenômeno astronômico, o que é considerado uma raridade pelos estudiosos.

A Lua de Sangue ocorre quando há um eclipse total, deixando a lua em tom avermelhado, o que, neste domingo (15), ocorrerá por volta das 23h30 até 00h55 (horário local).

O último eclipse lunar visto no Brasil foi no ano passado, porém, não pôde ser visualizado por completo. Segundo o físico da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Pablo Munayco, o eclipse lunar com a ‘Lua de Sangue’ ocorre quando há o alinhamento completo do Sol com a Terra e a Lua.

Leia Também:  "Lua de Sangue" deve atrair mato-grossenses para mirantes

O fenômeno é considerado uma raridade, pois depende da visualização da lua. “Nem sempre é possível ver o eclipse. Isso só acontece quando a lua está visível para nós, porque vai depender da rotação dela no entorno da Terra e da Terra no torno do Sol”, explica Munayco.

A previsão é de que um fenômeno como este só possa ser visto por completo, novamente, no Brasil, em maio de 2025.

Telescópio à disposição em Cuiabá

Na capital Cuiabá, haverá um telescópio à disposição da comunidade no mirante do Parque Tia Nair, a partir das 21h30, quando ocorre a primeira fase do fenômeno: a penumbra.

A segunda fase do eclipse está prevista para às 22h30 e a lua só ficará vermelha por volta das 23h30, que é quando ocorre o eclipse total. Depois disso, inicia o processo inverso, que também poderá ser visto na capital, até às 2h50.

A contemplação do fenômeno celeste é realizada pelo Instituto de Física da UFMT e pelo Clube de Astronomia de MT, com o apoio da Prefeitura de Cuiabá, Defesa Civil e Rotary Club Cuiabá.

Leia Também:  "Lua de Sangue" deve atrair mato-grossenses para mirantes
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA