CUIABÁ

TECNOLOGIA

Centro Sebrae de Sustentabilidade é apresentado como caso de sucesso em evento da ONU em NY

Publicados

TECNOLOGIA

 

NOVA IORQUE (EUA) – O diretor-superintendente do Sebrae Mato Grosso, José Guilherme Barbosa Ribeiro, apresentou o Centro Sebrae de Sustentabilidade como caso de sucesso em Nova Iorque no evento SDGs in Brazil – The role of the private sector (Metas do Desenvolvimento Sustentável – O papel do setor privado , na quarta-feira (26), realizado pela Rede Brazil do Pacto Global da ONU em parceria com o World Observatory e a PricewaterhouseCoopers (PwC).

“Para transformar a sociedade por meio dos ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) é imprescindível que o caminho seja por meio dos micro e pequenos negócios e não só pelas grandes empresas”, afirmou o superintendente do Sebrae MT e idealizador do Centro. “A minha constatação aqui hoje é de que se trabalha com o conceito de que as grandes empresas têm a competência e a capacidade de conscientizar o universo e principalmente o cidadão, mas a minha tese é que, se a ONU deseja efetivamente implementar as ODS no mundo inteiro, a base tem que ser as micro e pequenas empresas. Além de terem uma representatividade muito grande numericamente estão plenamente aderentes aos conceitos e às práticas das ODSs”, ressaltou José Guilherme.

A declaração foi feita para cerca de 300 pessoas no evento, quando foram apresentadas 19 iniciativas de empresas brasileiras alinhadas com os ODS. Os casos de sucesso foram previamente selecionados pela Rede Brasil do Pacto Global em parceria com o World Observatory e a PricewaterhouseCoopers (PwC) .

A iniciativa do Sebrae-MT foi apontada como um exemplo de comunicação e sustentabilidade juntamente com a Danone e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDS). O caso do Sebrae MT foi escolhido pelo trabalho que o Centro de Sustentabilidade, localizado em Cuiabá, vem desenvolvendo, nos últimos anos. Nesse período, este laboratório vivo de experiências em sustentabilidade já impactou cerca de 800 mil pessoas em eventos empresariais. Virtualmente mais de 862 mil pessoas já consumiram os conteúdos produzidos e publicados no portal do Cento.

No painel’ O Papel dos Investidores Para o Alcance dos ODS’, foi debatida a crise de confiança que afeta o Brasil atualmente e a perda do grau de investimento do país. Para Georg Kell, ex- diretor executivo do Pacto Global das Nações Unidas, presidente de ativos anglo-alemães da Arabesque Partners, “ o Brasil tem uma capacidade imensa de inovação e a boa notícia é que a sociedade brasileira vai amadurecer e a confiança será restaurada”.

Para os casos de como as empresas podem promover os Direitos Humanos, foram escolhidas as iniciativas do Itaú Unibanco e da consultoria de recursos humanos Foxtime. O Itaú apresentou o programa ME -Mulher Empreendedora, criado em 2013, em parceria com o Banco Inter-Americano de Desenvolvimento (BID) e a International Finance Corporation para apoiar mulheres brasileiras incentivando o desenvolvimento econômico e a inclusão financeira entre outras práticas das ODS.

A Foxtime foi escolhida pela ação “Empoderando refugiadas”, um programa que começou em 2015 e já beneficiou 350 pessoas. As iniciativas promovem o empoderamento por meio de informações sobre o mercado de trabalho brasileiro, direitos básicos que a legislação brasileira oferece, direitos da mulher e empreededorismo.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

CIDADES

Pneus sem ar com tecnologia da Nasa chegam ao mercado em 2022

Publicados

em

Usando tecnologia da Nasa, uma startup chamada Smart Tire Company está desenvolvendo pneus com elasticidade da borracha, força de titânio, que não têm ar e que não furam! Batizado de Metl, o produto terá material usado nas sondas da agência espacial e será, além de mais resistente, sustentável.

Segundo o CEO da startup, Earl Cole, os pneus são feitos com um material chamado NiTinol+, que retêm memória da sua forma original e não precisam de ar, evitando assim que tenham de ser cheios recorrentemente e os incômodos causados por furos. Além disso a resistência prolongada do produto para bicicletas permite utilizá-los de forma contínua e contribui também para a redução do desperdício de borracha.

O projeto está sendo desenvolvido em parceria com a Nasa e com a empresa de micromobilidade Spin, que faz parte da montadora Ford. Questionada se os pneus sem ar e que não furam podem chegar a carros e outros veículos de quatro rodas, a startup afirma que a estratégia inicial de lançar a bicicleta é justamente testar o produto para que, futuramente, esteja presente em automóveis e em motocicletas.

“Sabemos que estamos a poucos anos de um produto que está pronto para revolucionar toda a indústria automotiva, em escala global”, garante o CEO da Smart Tire Company.

A expetativa da empresa é começar a vender os pneus Metl nas cores dourado, prata e azul metálico a partir de 2022, mas não quis abrir os preços médios do produto.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

BRASIL E MUNDO

AGRO E ECONOMIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA